Ponte de Pulteney – Bath, Inglaterra

22069719660_7898a80565_h

A versão inglesa da Ponte Vecchio de Florença acrescenta charme a Bath, construída no século XVIII sobre o rio Avon tem tal como a sua “prima” italiana algumas lojas e um pequeno café com vista para o rio. Parece que não há nada mais romântico que sentar nesse estreito café numa mesinha colada ao rio e a tomar o chá das cinco bem acompanhados por uns scones com doce e manteiga.

The English version of the Ponte Vecchio in Florence adds charm to Bath, built in the eighteenth century on the Avon River has as its “cousin” Italian a few shops and a small cafe overlooking the river. It seems that there is nothing more romantic than sitting in that narrow place in a coffee table glued to the river and to take afternoon tea accompanied by some scones with jam and butter.

Continue a ler “Ponte de Pulteney – Bath, Inglaterra”

Ponte Alexander III – Paris, França

São várias as pontes que ligam as duas margens de Paris separadas pelo rio Sena mas há uma que brilha mais que as outras, a Ponte de Alexandre III. Construída no século XIX e inaugurada no ano da Exposição Universal de 1900, serve de ligação entre os Campos Elisios e Les Invalides, tal como tantos outros monumentos em Paris não lhe falta esplendor e detalhes interessantes. Diria que uma das melhores horas para atravessá-la é durante o pôr do sol em que as suas esculturas douradas ganham uma cor ainda mais quente.
There are several bridges connecting the two banks of Paris separated by the river Seine but there is one that shines more than the others, the Bridge of Alexander III. Built in the 19th century and inaugurated in the year of the Universal Exposition of 1900, it serves as a link between the Champs Elysees and Les Invalides, just as many other monuments in Paris it has plenty of splendor and interesting details. I would say that one of the best times to cross it is during the sunset when its golden sculptures gain an even warmer color.

Continue a ler “Ponte Alexander III – Paris, França”

Ponte de Brooklyn – Nova Iorque, EUA

A ponte que juntou Brooklyn a Manhattan demorou cerca de dezasseis anos a ser construída e abriu em 1883. Tem mais de cento e trinta anos de história e uma das mais notáveis foi a da morte do seu criador John Augustus Roebling antes de começar a construção. É outro dos símbolos da cidade que não podíamos deixar de visitar mas não tínhamos muito tempo para ver Brooklyn por isso fomos de metro e voltámos a pé pela ponte até Manhattan.
The bridge that joined Brooklyn to Manhattan took about sixteen years to build and opened in 1883. It has over one hundred and thirty years of history and one of the most notable was the death of its creator John Augustus Roebling before the construction start. It is another symbol of the city that we could not fail to visit but did not have much time to see Brooklyn so we went by underground and come back walking across the bridge towards Manhattan.

Continue a ler “Ponte de Brooklyn – Nova Iorque, EUA”

do: TOWER BRIDGE – LONDRES, INGLATERRA

Quando viajei até Londres para uma formação tive a sorte de ficar num hotel muito perto da Tower Bridge (Ponte da Torre) de tal maneira que aproveitei para tomar o pequeno-almoço cedo e dar um  passeio por um dos símbolos da cidade. Devo confessar que senti-me um pouco como Bridget Jones a atravessar a ponte para trabalhar com uma roupa elegante e uns ténis para que a caminhada seja mais confortável.
 
When I traveled to London for a training I was fortunate to stay in a hotel very close to Tower Bridge (Tower Bridge) so I took advantage of it had breakfast early and took a stroll through one of the symbols of the city. I must confess that I felt a bit like Bridget Jones crossing the bridge to work with stylish clothes and my tennis shoes so that my walk was more comfortable.

Foi inaugurada em 1894 durante o próspero reinado da Rainha Vitória e abria a sua parte central para passar barcos de grande porte com a ajuda de motores a vapor que foram mais tarde substituídos por outros eléctricos. Infelizmente não pude visitar o seu interior nem a exposição porque fui demasiado cedo e abria ás 9h30 mas apesar da chuva consegui aproveitar o passeio e disfrutar da vista que proporciona das margens do Tamisa.
 
It was inaugurated in 1894 during the prosperous reign of Queen Victoria and its central part opened so that larger boats could pass with the help of steam engines which were later replaced by electric ones. Unfortunately I could not visit the inside or the exhibition because I was there too early and opened at 9:30 am but despite the rain  I could enjoy a stroll and the view it offers of the Thames.
 

 
 
 
 
 
Metro: Tower Hill
 
Our guide:
http://hojeconhecemos.blogspot.com.es/search/label/londres

do: PONTE CARLOS – PRAGA, REP. CHECA

Atravessar a Ponte Carlos significa caminhar num lugar que se construiu no século XIV e que sobreviveu até hoje a inundações e guerras. Esse passeio ajuda a contar um pouco da história de Praga, da união entre a cidade antiga onde podemos ver o Castelo e a Lesser Town, na outra margem do rio Moldava.
Diria que a melhor hora para a visitar será ao principio do dia mas se queres ver gente, os artistas de rua que também deram fama a esta ponte, podes ir a qualquer hora.
 
Crossing the Charles Bridge means walking on a place that was built in the fourteenth century and survived the floods and wars until today. This walk helps to tell a bit of the history of Prague, the union between the old city where we can see the Castle and the Lesser Town, the other side of the Vltava river.
I would say that the best time to visit is the beginning of the day but if you want to see people, the artists who also gave fame to this bridge, you can go anytime.

Foi durante o reinado de Carlos IV que foi construída e por isso, na zona da Lesser Town podemos ver uma estátua do Rei junto á Torre por onde entrámos para ponte. Antes da Ponte Carlos estava uma outra construída no século XII que se chamava Ponte Judith dedicada á mulher do rei Vladislav I, uma inundação destruía e no mesmo lugar foi construída esta que hoje em dia é um marco histórico e turístico da cidade.
Ao percorrê-la passamos por cerca de trinta estátuas que representam santos e patronos da cidade. Uma das mais famosas é a de João Nepomuceno que se transformou num mártir depois de ter sido torturado e de o atirarem da ponte por se negar a revelar o que a Rainha Sofia mulher de Venceslau, rei de Boémia. A estátua foi colocado onde o atiraram ao rio e é hoje objecto de culto, aliás em muitas delas podemos ver as pessoas a tocarem as várias estátuas para expressar a sua devoção.
 
It was during the reign of Charles IV that was built and that’s why in the area of the Lesser Town there is a statue of King near the Tower Bridge where we came in. Before Charles Bridge there was another one built in the twelfth century it was called Judith Bridge dedicated to the wife of King Vladislav I, a flood destroyed it and built in the same place is a landmark and tourist city.
Walking through it you pass around about thirty statues depicting saints and patrons of the city. One of the most famous is that of John of Nepomuk who became a martyr after being tortured and throwned from the bridge for refusing to reveal what the Queen Sofia wife of Wenceslaus, King of Bohemia. The statue was placed where they actually threw him to the river and is now the subject of worship, in fact we can see many people touching the various statues to express their devotion.
 
 
 
 
 
 
 
 

Our guide:

Ponte Vecchio – Florença, Itália

8611723102_c236cd7da6_h
A Ponte Vecchio foi o primeiro monumento que vimos em Florença, caminhámos quase 1,5km junto ao rio Arno para poder vê-la e a expectativa era grande. Só tivémos pena de uma coisa, faltou o sol. Pode não ser tão monumental como o Duomo mas o facto de estar ali desde o século XIV já te impressiona.
The Ponte Vecchio was the first monument we saw in Florence, we walked almost 1.5 kilometers along the river Arno to be able to see it and the expectation was great. We were only sorry about one thing, it wasn’t a sunny day. It may not be as monumental as the Duomo but the fact that it is since the XIV century does impress you.

Continue a ler “Ponte Vecchio – Florença, Itália”

do: PONTE SCALIGERO – VERONA, ITÁLIA

Faz parte do complexo do Castelvecchio e foi construída em 1355 a mando de Cangrande II della Scala daí o seu nome. Foi construída para utilização militar de defesa do Castelo e também para parte logística de abastecimento do mesmo. Conta com três arcos, um deles com uma abertura de 48,69 metros que na altura da sua construção era a maior que existia.

Em 1945 foi destruída pelas tropas alemãs mas com o final da guerra, Verona fez renascer a ponte original tentando ser o mais fiel possível á que existia anteriormente. Apesar de só termos visitado durante o dia dizem que esta ponte sobre o Rio Ádige é ainda mais bela durante a noite. 
Atravessando a ponte vamos dar á praça do Arsenal que foi construída no século XIX com o objectivo de reforçar a defesa da cidade durante a sua ocupação por parte da Áustria que controlou a zona do Veneto desde 1814 até 1866.

 Our guide of:
http://hojeconhecemos.blogspot.com.es/2001/11/guia-de-verona.html