Churchill War Rooms – Londres, Inglaterra

Faz parte do Imperial War Museum e é uma viagem no tempo que ajuda a entender como viveram e trabalharam todos os que colaboraram com Churchill durante a participação dos na Segunda Guerra Mundial. Construído como um bunker, esteve activo entre 1939 e 1945, nele podemos ver os quartos do próprio Churchill assim como de alguns dos seus ministros.

It is part of the Imperial War Museum and is a time travel that helps you understand how all those who collaborated with Churchill during their involvement in World War II lived and worked. Built as a bunker, it was active between 1939 and 1945, in it we can see the rooms of Churchill himself as well as some of his ministers.

Continue reading “Churchill War Rooms – Londres, Inglaterra”

Anúncios

Torre de Londres – Inglaterra

São vários os monumentos símbolos da cidade de Londres, este é um deles. A primeira construção é do século XI e esteve a cargo de Guilherme o Conquistador, desde então grande parte da história do país passa por aqui e alguns dos seus capítulos mais sagrentos como a execução de Anne Boleyn, a de Thomas Moore e o mistério dos Principes da Torre, entre outros. As entradas, com o nome de doação custam perto de vinte e cinco libras, um preço elevado mas o seu interior está tem vários edificios que se pode visitar mais os eventos teatrais que representam alguns dos momentos mais importantes da sua história.

There are several monuments symbols of the city of London, this is one of them. The first building dates from the 11th century and was run by William the Conqueror, since much of the country’s history has passed here and some of its most sacred chapters such as the execution of Anne Boleyn, Thomas Moore and the mystery of the Princes the Tower, among others. The entrances with the donation name cost close to twenty-five pounds, a high price but its interior is has several buildings that one can visit plus the theatrical shows to relive some important moments in its history.

Continue reading “Torre de Londres – Inglaterra”

Hereford Road – Londres, Inglaterra

A este restaurante fomos com amigos que vivem em Londres, foi talvez o mais caro que experimentámos quando visitámos a cidade mas o que representasse melhor a actual cozinha inglesa onde a proteína principalmente o produto de caça são o centro das atenções. O seu interior tem uma decoração simples mas cuidada e quando entras o primeiro que vês é a cozinha.

At this restaurant we went with friends who live in London, it was perhaps the most expensive we experienced when we visited the city but the one that represented best the current English cuisine where protein mainly the game product are the center of attention. Its interior has a simple but neat decoration and when you enter the first one you see is the kitchen.

Continue reading “Hereford Road – Londres, Inglaterra”

Gelupo – Londres, Inglaterra

Visitámos Londres no Verão e apesar de ser das cidades que considero mais agradáveis para visitar nessa altura – graças ás suas temperaturas mais frescas em comparação com os 38º de média de Madrid – sempre necessito comer um gelado. E se for saboroso e cremoso ainda melhor. A Gelupo promete (e cumpre) a experiência de comer um bom “gelato” com os seus sabores tradicionais e algumas inovações de inspiração italiana.

We visited London in the summer and although it is one of the cities I consider the most pleasant to visit at that time – thanks to its cooler temperatures compared to Madrid’s 38º average – I always need to eat ice cream. And if it’s tasty and creamy even better. Gelupo promises (and fulfills) the experience of eating a good “gelato” with its traditional flavors and some Italian-inspired innovations.

Continue reading “Gelupo – Londres, Inglaterra”

Borough Market – Londres, Inglaterra

Este mercado era um dos que estava na nossa lista de lugares a visitar, só nos arrependemos foi de o ter “encaixado” numa hora que não era a das refeições principais acabando por não ter a experiencia completa o que foi uma pena. O que mais gostámos foi que nos pareceu bastante genuíno que continua a manter o seu mercado tradicional com os produtos frescos ao qual se junta as bancadas de comida gourmet e até alguns artistas como Richard Bramble cuja loiça com motivos marinos é já muito conhecida.

Continue reading “Borough Market – Londres, Inglaterra”

Yauatcha – Londres, Inglaterra

O Yauatcha foi uma recomendação de uma amiga antes de viajar a Londres que nos disse que era o melhor sitio para comer dim sum e decidimos ir ao que está no Soho na Broadwick street. Tem dois pisos e como fomos a um dia de semana fora dos horários normais de muita gente conseguimos logo mesa mas no piso de baixo onde podemos ver a cozinha. A decoração é moderna e talvez um pouco escura para o nosso gosto mas a excelente qualidade do dim sum vale mesmo a pena a visita e não é tão caro como pode parecer.

The Yauatcha was a recommendation from a friend before traveling to London, she told us it was the best place to eat dim sum and we decided to go to the one that is in Soho on Broadwick street. It has two floors and as we went on a week day out of the crowded hours we got a table right away but downstairs where we could see the kitchen. The decor is modern and maybe a bit dark for our taste but the excellent quality of the dim sum is worth the visit and not as expensive as it may seem.

Continue reading “Yauatcha – Londres, Inglaterra”

Millenium Bridge – Londres, Inglaterra

Quisémos atravessar a mítica ponte do filme de Harry Potter (e o Enigma do Principe), desenhada por Norman Foster e criada para conectar as duas margens do rio Tâmisa, apenas para uso pedonal. Quando caminhas por ela não consegues ter a visão total do belo trabalho de design da ponte e foi por isso que chegando á margem sul fomos até ao piso panorâmico do Tate Modern. No ponto oposto está a Catedral de S. Paul que foi de onde saímos para atravessar a ponte.

We wanted to cross the mythical bridge of the Harry Potter film (and the Prince’s Enigma), designed by Norman Foster and created to connect the two banks of the Thames, for pedestrian use only. When you walk through it you can not get the full view of the beautiful design work of the bridge and that is why arriving to the south bank we went to the panoramic floor of the Tate Modern. At the opposite point is the St. Paul’s Cathedral which was where we left to cross the bridge. Continue reading “Millenium Bridge – Londres, Inglaterra”