Guia & Mapa de Verona

Verona é uma das minhas cidades italianas favoritas, quando a visitei cheguei a pensar que seria das que escolheria para viver. Não me surpreende que a história de amor de Romeu & Julieta tenha nascido aqui, a cada esquina encontras algo que te faz apaixonar ainda mais pela cidade que tem tantas outras histórias para contar.

Verona is one of my favorite Italian cities, when I visited it I thought it would be one I would choose to live in. Not surprisingly, the love story of Romeo & Juliet was born here, every corner you find something that makes you fall in love even more with the city that has so many other stories to tell.

Last Visited: October 2010 :: Last Updated: October 2019

Mapa de Verona

Continue a ler “Guia & Mapa de Verona”

do: PONTE PIETRA – VERONA, ITÁLIA

Quando chegámos a Verona não tínhamos mapa nem nenhuma indicação do que visitar fomos conhecendo a cidade caminhando por ela e foi assim que viémos parar á Ponte Pietra, a única ponte romana que ainda está de pé. Também conhecida por Pons Marmoreus, conseguiu resistir ao longo do tempo enquanto a outra ponte romana, a Postumio ficou completamente destruída.
When we arrived in Verona we had no map and no indication of knowing that we were visiting we started to discover the city walking through it and that’s how we ended up at Ponte Pietra, the only Roman bridge that still stands. Also known as Pons Marmoreus, managed to resist over time while another Roman bridge, the Postumio was completely destroyed.

A sua construção permitia o acesso ao Teatro Romano do outro lado da margem do rio Ádige. No século XIII, Alberto I della Scala ordenou a reconstrução de uma parte da ponte que tinha ficado danificada assim como a torre de vigia pela qual passámos para percorrer a ponte.
Em Abril de 1945, quatro dos seus cinco arcos foram destruídos e alguns anos depois a ponte foi reconstruída utilizando os mesmos materiais que foram retirados do rio, mantendo-se fiel ao original. Percorrê-la permitiu-nos também ter uma outra visão de Verona e dos coloridos edifícios que estão junto ao rio.

Its construction allowed access to the Roman Theatre across from the river Adige. In the thirteenth century, Alberto della Scala I ordered the reconstruction of a portion of the bridge that had been damaged as a watchtower for which we spent to go through the bridge.
In April 1945, four of its five arches were destroyed and some years later the bridge was rebuilt using the same materials that were removed from the river, while remaining faithful to the original. Walk through it also enabled us to have another view of Verona and the colorful buildings that are along the river.

 

 

Our guide of:
http://hojeconhecemos.blogspot.com.es/2001/11/guia-de-verona.html

  

do: PONTE SCALIGERO – VERONA, ITÁLIA

Faz parte do complexo do Castelvecchio e foi construída em 1355 a mando de Cangrande II della Scala daí o seu nome. Foi construída para utilização militar de defesa do Castelo e também para parte logística de abastecimento do mesmo. Conta com três arcos, um deles com uma abertura de 48,69 metros que na altura da sua construção era a maior que existia.

Em 1945 foi destruída pelas tropas alemãs mas com o final da guerra, Verona fez renascer a ponte original tentando ser o mais fiel possível á que existia anteriormente. Apesar de só termos visitado durante o dia dizem que esta ponte sobre o Rio Ádige é ainda mais bela durante a noite. 
Atravessando a ponte vamos dar á praça do Arsenal que foi construída no século XIX com o objectivo de reforçar a defesa da cidade durante a sua ocupação por parte da Áustria que controlou a zona do Veneto desde 1814 até 1866.

 Our guide of:
http://hojeconhecemos.blogspot.com.es/2001/11/guia-de-verona.html

do: PÁTIO DO MERCATO VECCHIO – VERONA, ITÁLIA

A fachada principal do Palácio do Mercato Vecchio está virada para a Piazza delle Erbe mas quando caminhamos em direcção á Piazza dei Signori podemos entrar no seu pátio onde vemos a Torre de Lamberti e onde no século XV funcionava um mercado.
Nele destaca-se a Scala della Ragione (outro nome dado ao Palácio), um grande exemplar de construção gótica feita em mármore da região. Nesta escadaria está o acesso á famosa Torre que oferece uma vista panorâmica cidade de Verona. A sua construção é do século XV.

 
O Palácio della Ragione ou do Mercato Vecchio foi construído no século XII mas ao longo do tempo foi sendo reconstruído depois de vários incêndios que iam destruindo. Nele funcionava a Câmara Municipal e hoje podemos ver restaurantes com esplanadas viradas para a Piazza delle Erbe, no pátio vemos os seus bastidores.
 
 Our guide of:
http://hojeconhecemos.blogspot.com.es/2001/11/guia-de-verona.html

do: PIAZZA DEI SIGNORI – VERONA, ITÁLIA

As “piazzas” são normalmente uma das grandes atracções de Itália e Verona pode ser uma boa embaixadora com algumas das mais bonitas que já vi, a dei Signori foi uma das que mais gostei. Não sei se pela diversidade de “palazzos” que lhe dão a forma ou se pelo o mercado que estava ao centro relembrando a função destes espaços.
O mercado era de produtos típicos da região expostos em agradáveis barraquinhas e a tentação levou-nos a comprar uns troços de “Foccace”. Mas por ali sentia-se o cheiro dos queijinhos e enchidos, havia vinho, doces entre outras iguarias dignas de abrir a carteira e perder a cabeça.

É outra das coisas que mais gostámos em Verona, podes comer sem nunca meter os pés num restaurante, entras nestes pequenos mercados e desde paninis, foccace, copinhos de fruta cortada, fatias de pizza temos a refeição feita. 

Também conhecida como Piazza de Danta, tem ao centro uma estátua do poeta italiano autor Divina Comédia. Nasceu em Florência e viveu algum tempo em Verona sob a protecção da poderosa familia della Scala por isso a sua homenagem nesta praça.

Podemos ver uma parte do Palazzo della Ragione (o mesmo que se vê da Piazza delle Erbe) na praça ao lado do Palazzo di Cansignorio onde se destacam as torres de cada um deles. Do lado direito está o Domus Nova, hoje um hotel mas em tempos foi o lugar do Consiglio de Giudici (Conselho de Magistratura).
Um dos palazzos mais bonitos da praça é o Loggia del Consiglio construída entre 1476 e 1493. De traçado renascentista foi em tempos a sede do conselho de Verona. Ao lado está o Palazzo de Podestà onde viveram vários membros da familia della Scala, o primeiro a escolhê-lo para sua residência foi Alberto I pai de Cangrande. O arco de Gavi serviu de inspiração para a porta que foi colocada no palácio em 1533. 
 
 
 
 
 
 
Our guide of:
http://hojeconhecemos.blogspot.com.es/2001/11/guia-de-verona.html

 

do: ARCHE SCALIGERE – VERONA, ITÁLIA

São consideradas um dos melhores exemplos da escultura gótica em Verona e foram construídas no século XIV num pequeno pátio junto á igreja de Santa Maria Antica. Ao todo são cinco, mas com a elaborada decoração só vemos quatro e foram feitas para as várias gerações dos senhores de Verona que pertenciam á familia della Scalla.
Por cima da porta da igreja está a primeira a ter sido construída, a de Cangrande I e a única que não está dentro do pátio. Construída após a sua morte em 1329, tem no topo uma estátua equestre deste influente membro da familia della Scalla que foi também o patrono de Dante. 

 
Não tínhamos muito tempo para visitar Verona assim que optámos por não entrar (para ver o pátio a entrada é paga), de qualquer forma de fora é possível apreciar as tumbas com os seus dosséis ricamente decorados e coroados no topo com estátuas equestres.
Do lado esquerdo da tumba de Cangrande I está a do seu sobrinho Mastino II della Scala construída entre 1340 e 1350.
A mais decorada é a de Cansignorio construída por Campione e Broaspini, as outras duas são de Alberto II (irmão de Mastino II) e de Giovanni della Scalla. 
 

 

Our guide of:
http://hojeconhecemos.blogspot.com.es/2001/11/guia-de-verona.html
 

do: PIAZZA DELLE ERBE – VERONA, ITÁLIA

Ao entrarmos nesta que é a mais importante praça de Verona não podemos deixar de nos sentir deslumbrados pela sua agitação, pela variedade em termos de arquitectura e também pela sua dimensão. O espaço que hoje ocupa foi na era romana o fórum da cidade.
Hoje continua a ser um grande ponto de encontro da cidade de Verona e mantém o seu cariz comercial com o mercado onde podemos ver de tudo um pouco á venda, desde os “souvenirs” ás pizzas ou a uma das nossas experiências preferidas em Roma, os copos de fruta cortada. Uma saudável alternativa aos snacks que se pode comer “on the go” sem perder tempo aproveitando para conhecer a cidade.

Apesar de grande não perde o seu toque pitoresco, com os coloridos edificios e alguns com grandes histórias para contar como a Casa Mazzanti com os seus maravilhosos frescos na fachada.
Perto, está a Fonte de Madonna Verona. A base foi construída no ano de 1368 por Cansignorio della Scala, o governador da cidade mas a escultura da Madonna é do ano de 380.
Ao fundo a praça está outro dos seus edificios mais emblemáticos, o Palazzo Maffei. De estilo barroco, a sua construção começa no século XV e termina apenas no século XVII e no topo estão seis estátuas de deuses: Hércules, Júpiter, Vénus, Mercúrio, Apolo e Minerva.  Á frente da fachada, o Leão de S. Marco um dos símbolos do poder de Veneza.
Junto ao Palazzo está a Torre del Gardello, cuja edificação se deve a Cansignorio.  
Outra torre que marca a paisagem da praça é a Torre Lamberti que faz parte do edificio do Palazzo della Ragione também conhecido como Palazzo della Comune. Tem 84 metros e a sua construção inicia a 1172 terminando no século XV. No topo estão dois sinos o Marangona, utilizado para sinalizar um incêndio e o Rengo utilizado para o pedir ao povo que levantem as armas ou para os reunir num conselho.
É possível subir ao topo da torre através de um elevador, dele pode disfrutar-se de uma excelente vista da praça.

 
 
 
 
 
 

Our guide of:
http://hojeconhecemos.blogspot.com.es/2001/11/guia-de-verona.html