Guia & Mapa de Verona

Verona é uma das minhas cidades italianas favoritas, quando a visitei cheguei a pensar que seria das que escolheria para viver. Não me surpreende que a história de amor de Romeu & Julieta tenha nascido aqui, a cada esquina encontras algo que te faz apaixonar ainda mais pela cidade que tem tantas outras histórias para contar.

Verona is one of my favorite Italian cities, when I visited it I thought it would be one I would choose to live in. Not surprisingly, the love story of Romeo & Juliet was born here, every corner you find something that makes you fall in love even more with the city that has so many other stories to tell.

Last Visited: October 2010 :: Last Updated: October 2019

Mapa de Verona

Continue a ler “Guia & Mapa de Verona”

Batistério – Pisa, Itália

É outro dos edificios que compõe o complexo histórico do Campo dei Miracoli, como o nome indica é utilizado para celebrar baptizados e está dedicado a S. João Batista. O seu interior menos monumental que o de Florença, consegue ainda assim surpreender pelas suas dimensões, principalmente pela altura. Tem uma das maiores cúpulas de Itália e a sua construção data do século XII.
It is another of the buildings that make up the historical complex of Campo dei Miracoli, as the name indicates is used to celebrate baptisms and is dedicated to St. John the Baptist. Its less monumental interior than the one of Florence, is still able to surprise specially because of its dimensions, mainly by the height. It has one of the largest domes in Italy and its construction dates back to the 12th century.

Continue a ler “Batistério – Pisa, Itália”

Piazza dei Cavalieri – Pisa, Itália

Deixámos o Campo dei Miracoli para trás e enquanto caminhávamos em direcção ao nosso restaurante, rogando pragas á chuva passámos por esta bonita praça que neste dia estava um pouco mais cinzenta mas sem retirar interesse aos elegantes edificios que a compõem. Como se tivéssemos entrado noutra cidade, dedicada aos cavaleiros da Ordem de Santo Estevão cuja igreja desenhada por Vasari (o arquitecto de Cosimo I) podemos ver na praça.
We left the Campo dei Miracoli behind and as we walked towards our restaurant, cursing the rain, we passed through this beautiful square that was a little gray today but still it could not take its interest with the elegant buildings that complete it. As if we had entered another city, dedicated to the knights of the Order of Saint Stephen whose church designed by Vasari (the architect of Cosimo I) we can see in the square.

Continue a ler “Piazza dei Cavalieri – Pisa, Itália”

Camposanto – Pisa, Itália

Fiquei sem palavras quando entrei no Camposanto, tantos visitam Pisa apenas pela Torre mas para mim o melhor é mesmo este lugar. Voltaria a Pisa só para passar por aqui outra vez, para relembrar os as suas paredes com frescos, a sua história de sobrevivência e a tranquilidade que consegues assim que entras. O arrepiante é que Camposanto significa Cemitério mas o de Pisa é muito mais que isso, é por isso que o chamam “Monumentale”.
I was speechless when I entered the Camposanto, so many visit Pisa just for the Tower but for me the best is even this place. I would go back to Pisa just to come here again, to remember its frescoed walls, its history of survival and the tranquility that you get as soon as you enter. The creepy thing is that Camposanto means Cemetery but the one of Pisa is much more than that, that is why they call it “Monumentale”.

Continue a ler “Camposanto – Pisa, Itália”

Castelo Sforzesco – Milão, Itália

10363475494_821dea5fe2_h
Quando chegámos ao Castelo Sforzesco a chuva e o frio não nos davam tréguas, não foi o momento certo para o conhecer mas tínhamos pouco tempo em Milão e queríamos aproveitar da melhor maneira. O Castelo que vemos actualmente foi construído no lugar de um outro edificado para a familia Visconti que pelo século XV governava a cidade. Mais tarde Francesco Sforza – duque de Milão – mandou construir um palácio renascentista. Para entrar temos que passar pela Torre de Filarete cujo o nome vem do arquitecto que a criou.
 
When we reached the Castello Sforzesco the rain and cold did not give us any truce, it was not the best way to discover it but we had little time in Milan and wanted to make the most of it. The castle we see today was built in the place of another built by the Visconti family who ruled the city in the fifteenth century. Later Francesco Sforza – Duke of Milan – built a Renaissance palace. To go in we have to go through the Filarete tower whose name comes from the architect who created it.

Continue a ler “Castelo Sforzesco – Milão, Itália”

CAMPO SANTI GIOVANNI E PAOLO – VENEZA, ITÁLIA

Castello foi um dos nossos “sestiere” preferidos, não sendo o mais monumental de Veneza (San Marco leva o prémio só pela sua praça) foi dos que mais nos levou a como será um dia normal na cidade dos canais. Foi onde encontrámos um pouco de silêncio, onde percorremos as suas ruas estreitas sem ver ninguém até chegarmos a esta grande praça que conta com três monumentos importantes.
Castello was one of our favourite “sestiere”, not being the most monumental of Venice (San Marco takes the prize only for its square) it was the one that took us to a normal day in the city of the canals. It was where we found a little bit of silence, where we go through its narrow streets without seeing anyone until we get this big square that has three important monuments.

Continue a ler “CAMPO SANTI GIOVANNI E PAOLO – VENEZA, ITÁLIA”

TRAGHETTO ST. MARIA DEL GIGLIO – VENEZA, ITÁLIA

Acho que experimentámos quase todos os meios de transporte que se pode utilizar em Veneza, primeiro foi o vaporetto que nos permitiu atravessar o Grand Canal e ter o primeiro contacto com a cidade, tanto de dia como de noite. Na altura custou 6,5€, depois decidimos que não podíamos perder a experiência de andar numa gôndola. Por último andámos no Traghetto, nem estava no nossos planos depois de ter utilizado os outros dois meios mas enquanto caminhávamos pelo Dorsoduro decidimos cruzar para o lado de San Marco.
I’ve experienced almost all means of transport that can be used in Venice, first it was the vaporetto (steamboat) that allowed us to cross the Grand Canal and have the first contact with the city, both day and night. At the time it cost 6,5€, then we decided we could not miss the experience of riding a gondola. Finally we crossed the Canal in a Traghetto, was not even in our plans after using the other two but as we walked by Dorsoduro we decided to cross to the side of San Marco.

Continue a ler “TRAGHETTO ST. MARIA DEL GIGLIO – VENEZA, ITÁLIA”