Hofgarten – Munique, Alemanha

O caminho entre o nosso hotel e o centro da cidade obrigava a passar pelo o jardim Hofgarten e pela zona do Festsaalbau parte integrante do Residenz, o palácio da familia real. Chamou-nos a atenção pela sua tranquilidade, pelo templo que está ao centro e pela esplanada que convida a um café.
The path between our hotel and the city center forced us to go by the Hofgarten and the Festsaalbau area part of the Residenz, the palace of the royal family. It caught our attention for its tranquility, the temple it has in the center and the terrace that invites you to dring a coffee.

Continue a ler “Hofgarten – Munique, Alemanha”

Theatinerkirche – Munique, Alemanha

A igreja Teatina destaca pela sua colorida fachada na praça de Odeón, de estilo barroco foi construída no século XVII por dois arquitectos, o primeiro foi o italiano Agostino Barelli e depois o suiço Enrico Zuccalli deu continuidade ao seu trabalho. No seu interior chama a atenção a imensa luz que tem e os vários detalhes em estuque, foi consagrada no ano de 1675.
The Teatina church stands out for its colorful facade on the Odeon Square, it was built in Baroque style in the seventeenth century by two architects, the first was the Italian Agostino Barelli and then the Swiss Enrico Zuccalli continued his work. The inside the immense light draws our attention and also the stucco work, it was consecrated in the year 1675.

Continue a ler “Theatinerkirche – Munique, Alemanha”

Sede e Museu da BMW – Munique, Alemanha

14421491463_07f25a6057_b

Muito próximo do Olympiapark está a sede da BMW desenhada por Karl Schwarzer que se inspirou num motor de quatro cilindros para a criar. Construída no final da década de sessenta foi inaugurada juntamente com o seu museu um ano após os Jogos Olímpicos de Munique de 1972.  O museu em forma de taça expõe mais de cento e vinte carros e motas produzidos pela BMW, alguns protótipos, entre outras curiosidades.

Very near the Olympiapark is the headquarters of BMW designed by Karl Schwarzer who was inspired by a four-cylinder engine to create it. Built in the late sixties it was inaugurated along with its museum a year after the Munich Olympics of 1972.
The cup-shaped museum exhibits more than one hundred and twenty cars and motorcycles produced by BMW, some prototypes, among other curiosities.

Continue a ler “Sede e Museu da BMW – Munique, Alemanha”

Casa della Pizza – Munique, Alemanha

Eu bem sei que ir a Munique e comer pizza é quase um crime. Eu sei. Só não tenho a certeza se consigo dar algum atenuante, o unico que me vem a cabeça e o facto de queremos fazer uma pausa da tipica gastronomia da Bavaria e comer um prato universal que adoramos para ver que tal o fazem nesse país. Parece bem?
Na realidade o nosso primeiro objectivo era jantar no Viktualienmarkt mas a hora que fomos estava vazio e optamos por procurar uma pizzaria nos arredores ate encontrar a Casa della Pizza e sentarmo-nos confortavelmente na sua esplanada.
I knew that going to Munich and eating pizza is almost a crime. I know. I’m just not sure I can give some good excuse, the only one that comes to mind is the fact that we needed a pause from the typical cuisine of Bavaria and eat a universal dish that we love to eat to see how they do it in this country. Looks right?
In fact our first objective was dinner at the Viktualienmarkt and at the time we went there it was empty and we chose to search for a pizzeria around it until finding the Casa della Pizza and sit down comfortably in it’s terrace.

Continue a ler “Casa della Pizza – Munique, Alemanha”

Frauenkirche – Munique, Alemanha

Depois de a ver desde as alturas e entender as suas dimensões, fomos visitar a Catedral cuja fachada é difícil de fotografar pelos quase 100 metros de altura que tem cada uma das suas torres. Para os mais corajosos ou físicamente preparados é possível subir a uma das torres e contemplar a vista da cidade que chega até aos Alpes. Quando entrámos não estava a decorrer a missa mas sim um momento de oração o que limitou o número de fotos e a circulação no seu interior.

After watching from the heights and understand its dimensions, we visited the Cathedral whose facade is difficult to photograph for almost the 100 feet tall that has each of its towers. For the brave or physically prepared you can climb one of the towers and take in the view of the city that reaches the Alps. When we entered there was not a mass going on but a prayer which limited the number of photos and circulation inside it.

Continue a ler “Frauenkirche – Munique, Alemanha”

Englisher Garten – Munique, Alemanha

O Englisher Garten era um dos sitios que queriamos muito conhecer em Munique. Cada vez mais os parques fazem parte dos roteiros históricos, alguns porque sao históricos e outros porque sao uma boa maneira de escapar aos monumentos cheios de gente aproveitando uma experiência semelhante aos que aqui vivem. Ficava perto do nosso hotel e depois de tomar o pequeno-almoço no San Francisco Coffee company fomos dar um passeio por ele.
The Englisher Garten was one of the places we really wanted to see in Munich. More and more parks are now part of the tourist circuit, some because of their history and others because they are a good way to escape the crowded monuments taking advantage of an experience similar to those who live here. It was close to our hotel and after we had breakfast in the San Francisco Coffee company we went for a walk in it.

Continue a ler “Englisher Garten – Munique, Alemanha”

Museu dos Brinquedos – Munique, Alemanha

Eu ainda hoje adoro brinquedos, ainda guardo comigo algumas bonecas (tenho uma boneca “mais velha” que eu de 1972) que gosto, ainda tenho três Pinypons que mesmo depois de mudar de casa várias vezes continuam a fazer parte da familia por isso ainda que pequeno, gostei muito do Museu dos Brinquedos. Também porque te dá outra perspectiva da história da cidade e dos que nela vivem, como brincavam as crianças e com o quê, o que estava na moda e em que época. Os brinquedos são um reflexo de como vivemos, evoluem connosco e por isso são uma maneira de entender o passado.
I still love toys, I still have some dolls (I have a doll older” than me she is from 1972)that I like, I still have three Pinypons that even after moving house several times continue to be part of the family so even though it was small, I really enjoyed the Toy Museum. Also because it gives you another perspective of the history of the city and living therehow children played and with what, what was trendy and at what time. Toys are a reflection of how we live, they evolve with us and they are a way to understand the past.

Continue a ler “Museu dos Brinquedos – Munique, Alemanha”