Nuevo Fógon – Majadahonda, Espanha

É o restaurante número 1 de Majadahonda segundo os votos de Tripadvisor e já durante algum tempo. A primeira vez que o visitámos foi em 2015 mas só agora no nosso regresso no mês passado é que consegui juntar tudo para escrever um post. Só quando o visitas entendes porque é um dos favoritos dos que aqui vivem e dos que por aqui passam (principalmente aos Sábados á hora de comer que é dia de mercado), a carta tem pratos dos que se gostam desde hamburguers a carnes na brasa ou o grande êxito do momento, o cachopo. Os preços não me parecem para todas as carteiras mas vale a pena uma visita pelo menos uma vez.

It is the number 1 restaurant in Majadahonda according to the votes of Tripadvisor and for some time now. The first time we visited it was in 2015 but only now on our return last month did I get it all together to write a post. Only when you visit it you understand why it is one of the favorites of those who live here and of those who pass by (especially on Saturdays at lunch time it is market day), the menu has dishes from the likes of hamburgers to grilled meats or the great hit of the moment, the cachopo. Prices do not seem to me for all wallets but well worth a visit at least once.

Continue a ler “Nuevo Fógon – Majadahonda, Espanha”

EL OCHENTA – MAJADAHONDA, ESPANHA

Este fim de semana repetimos um restaurante recomendado por alguns colegas de trabalho que vivem em Majadahonda, é um espaço diferente mais cosmopolita que se soma a uma nova oferta que está a nascer na zona ao qual juntaria o Xinito e a Central Mexicana. Está muito bem localizado junto ao parque do Monte del Pilar e tem uma “terraza” que no Verão estará sempre cheia.
This weekend we repeated a recommended restaurant by some co-workers who live in Majadahonda, it’s a different space with a Cosmopolitan touch that adds to a new offer that is emerging in the area to which the Xinito and the Mexican Central are also in. Is very well located near the Monte del Pilar park and has a terrace” in the summer that might be always full.

Continue a ler “EL OCHENTA – MAJADAHONDA, ESPANHA”

XINITO – MAJADAHONDA, ESPANHA

Há algum tempo que tínhamos deixado as descobertas culinárias na zona onde vivemos, preferimos ir até Madrid, comida e um passeio é um bom plano para “desligar” no fim de semana. Mas voltámos a Majadahonda porque há alguns restaurantes que estão a da que falar, um é o Ochenta e o outro é este Xinito ambos junto ao Monte del Pilar excelente para passeios em familia. O Xinito parecia ter nome de asiático barato mas ao entrar chegamos a um restaurante moderno, com uma decoração simples se não contamos com um dragão gigante pendurado no tecto.
For some time we had left the culinary discoveries in the area where we live, we prefer to go to Madrid, food and a nice walk is a good plan to “turn off” in the weekend. But we returned to Majadahonda because there are some restaurants that are in everyone’s mouth, one is the Ochenta and the other is this one, Xinito both near the Monte del Pilar excellent for walks in family. The Xinito seemed to have a name of a cheap asian but on entering we come to a modern restaurant with a simple decoration except for the giant dragon hanging from the ceiling.

Continue a ler “XINITO – MAJADAHONDA, ESPANHA”

GRAN VÍA – MAJADAHONDA, ESPANHA

Esta rua pedonal é das mais movimentadas de Majadahonda principalmente aos Sábados pela manhã, durante ou depois do mercado que fica ali perto onde se pode comprar fruta, legumes e roupa. Depois há uma autêntica romaria pela Gran Vía, se o tempo está bom as esplanadas de esta rua enchem com familias a tomar uma “caña” ou um vermut enquanto lhes servem uma tapa e vão vigilando as crianças que por ali brincam sem grandes preocupações.

Continue a ler “GRAN VÍA – MAJADAHONDA, ESPANHA”

eat: CAPITOLINA – MAJADAHONDA, ESPANHA

Em retrospectiva fomos a mais restaurantes italianos ou pizzarias em Majadahonda que a qualquer outro tipo, não ajuda o facto de termos ido a dois em pouco menos que uma semana. Primeiro o Rigatoni e agora o Capitolina, um que dizem os locais que é de “toda la vida”. Muitos são habituais, vêm pela comida que mantém a qualidade de sempre e pelo tratamento que recebem, nós não pertencendo a esse grupo fomos igualmente bem recebidos.
Entre ficar dentro ou fora, preferimos aproveitar um dos primeiros verdadeiros días de Primavera para comer ao ar livre na sua agradável esplanada que encheu num abrir e fechar de olhos. 
In retrospect we went to more Italian restaurants and pizzerias in Majadahonda than any other kind, does not help the fact that we have gone to two in a little less than a week. First the Rigatoni and now the Capitoline, one that the locals say it is “de toda la vida“. Many are usual customers, they come for the food that always keeps the same quality and the treatment they receivealthough we didn’t belong to this group were equally well received.
Between being inside or outside, we prefer to enjoy one of the first real days of spring to eat outdoors in its pleasant terrace that filled in the twinkling of an eye.

Para a mesa trazem pão e com as bebidas a tradicional tapa de azeitonas. Pedimos uma provoleta de entrada e para o mais pequeno uma pizza com atum que não estava na ementa mas á Margarita podemos adicionar ingredientes. Pai e filho aprovaram a pizza.
Depois pedimos um Entrecote al Pepe Nero que estava óptimo, cozinhado ao ponto e com um molho a que chamam espanhol que estava muito bom. A Lasanha foi mesmo a desilusão, os ingredientes base eram de qualidade mas exageraram na quantidade de bechamel o que retirou sabor ao prato.
Houve espaço para uma sobremesa de morangos com mascarpone.
A conta foi pesada, não saímos com fome mas 25€ por pessoa é o que se pode esperar pagar aqui sem vinho, se comes só pizza não sai tão caro. Definitivamente, se não vais ao franchising (Tagliatella, Gino’s, etc..) tudo o que há de restaurantes italianos são muito caros.
To the table they brought bread and with the drinks the traditional tapa of olives. We ordered a provoleta cheese to start and for the small one a pizza with tuna that was not on the menu but to the Margarita one can add ingredients. Father and son approved the pizza.
After we ordered a Entrecote al Pepe Nero that was great, cooked to the point and with a sauce they call Spanish that was very good. The lasagna was a disappointment, the basic ingredients were of good quality but they exaggerated in the amount of bechamel which removed flavor to the dish.
There was room for a dessert of strawberries with mascarpone.
The bill was heavy, we did not leave hungry but 25 per person is what you can expect to pay here without wine
, if you only eat pizza it comes out not so expensive. Definitely, if you’re not going to fa ranchising (Tagliatella, Gino’s, etc. ..) all the Italian restaurants here are very expensive.

Website: http://www.capitolinarestaurante.es/

Vivemos em/We live in:
http://hojeconhecemos.blogspot.com/p/road-trips.html

eat: RIGATONI – MAJADAHONDA, ESPANHA

No Dia da Mãe a familia (todos menos o gato) levou-me a almoçar ao Rigatoni. Já conhecíamos um restaurante italiano do grupo, o Pulcinella que está no centro de Madrid e que gostámos porque nos pareceu ser do mais autêntico que pode haver principalmente quando és atendido por italianos.
Este fica mais perto de casa e decidimos experimentar, se é igual ao seu “irmão” de Madrid perdemos menos tempo a ir a um bom italiano. Problema? Domingo e Dia da Mãe, estava cheio mas mesmo assim conseguimos mesa nesta esplanada lateral.
 
On Mother’s Day the family (all except the cat) took me to lunch at Rigatoni. We already knew a restaurant from this Italian group, the Pulcinella at the center of Madrid and we liked because it seemed to be the most authentic that it can be especially when you the waiters are Italians.
This one is closer to home and we decided to try, if it is equal to its brother” of Madrid we lose less time to go to a good Italian. Problem? Sunday and Mother’s Day it was full but still managed to table in this side terrace.

Pensámos que tinha sido boa ideia mas foi complicado sermos atendidos porque sentaram toda a gente na esplanada principal. Mesmo assim as coisas começaram bem, decidimos pedir de entrada uma pizza Foccacia simples e estava óptima, com uma massa estaladiça. Foi uma boa alternativa aos “anti-pasti” que tinham na lista. 
Depois tivémos que esperar (e desesperar) para que trouxessem o resto da comida. Pedi um gnocchi com molho de gorgonzola e uma pizza de atum, chegámos a levantar da mesa e entrar no restaurante para perguntar pelo nosso pedido. Não foi a melhor primeira visita que podíamos ter, a pizza não ficou o tempo suficiente no forno e os gnocchi eram frescos (do melhor que já comi) mas o molho não sabia a nada. Uma pena porque sabes que é um bom restaurante e estavam a ter um mau dia.
Convém dizer a seu favor que nos pediram desculpa e ofereceram as segundas bebidas. No final pagámos 45€ (2+1 criança) mas porque nem chegámos a pedir sobremesas (e sem vinho), não foi uma experiência muito barata.
 
We thought it was a good idea but it was difficult because we they sat everyone else on the terrace area. Yet things started well, we decided to order a pizza Foccacia simple as a starter and was fine, with a crispy crust. It was a nice alternative to the antipasti” they had on the list.
Then we had to wait (and despair) for the rest of the food. Ordered a gnocchi with gorgonzola sauce and a tuna pizza, we had to get up from the table and into the restaurant to ask for our order. It was not the best we could have in a  first visit, the pizza didn’t stay enough time in the oven and the gnocchi was fresh (the best I’ve had) but the sauce has no taste. A pity because you know it is a good restaurant and they were having a bad day.
It should be said in its favor that they apologized and offered the second drinks. In the end we paid 45€ (for 2 + 1 child) but why not ask the desserts arrived (without wine), it was not a very cheap experience.
 
 

Vivemos em/We live in:
http://hojeconhecemos.blogspot.com/p/road-trips.html

do: PARQUE COLÓN – MAJADAHONDA, ESPANHA

Majadahonda ou como lhe chamam por aquí “Manhattan”, tem um bom conjunto de espaços verdes e de lazer que faz com que seja um dos sitios ideais (fora do centro de Madrid) para viver com crianças. O Parque Colón não é um dos maiores mas tem uma zona polidesportiva onde podes ver jogar futebol ou basket (“baloncesto” como dizem por aqui), tem espaços verdes para deitar ao sol a ler um livro, um parque infantil, etc..
 
Majadahonda or as they call it around here Manhattan”, has a good set of green spaces and leisure that makes it one of the ideal places (outside the center of Madrid) to live with children. The Parque Colón is not one of the largest but has a multi-sports area where you can see them play football or basketball (baloncesto” as they say here), has green spaces to lay down soaking up the sun while reading a book, a children’s playground, etc..


E tal como Colón (Colombo) foi todo um descobrimento porque ao final de três anos a viver aqui e passar por ele várias vezes só hoje o fomos realmente conhecer. Foi no primeiro (e verdadeiro) dia de sol do ano em que comemos no El Retoque e ficámos por ali a dar um passeio com o bébé enquanto mais crescido jogava á bola.
Não sei muito sobre o parque apenas que enche aos fins de semana, que quando me dá vontade de comer churros têm uma roulote que vende (ou vendia) e que há alguns eventos importantes da cidade que têm lugar aqui.
 
And as Colón (Columbus) this was a whole discovery because after three years of living here and going through it several times just today we really got to know it. It was the first (and true) sunny day of the year we ate at El Retoque and we were there for a walk with the baby while the more grown was playing football.
I do not know much about the park only that it gets packed in the weekends, when I feel like eating churros they have an RV that sells (or sold) here and that there are some important events in the city that take place here.
 
 
 
 
 
 
 
 

Vivemos em/We live in:
http://hojeconhecemos.blogspot.com/p/road-trips.html