La Cure Gourmande – Paris, França

Já conhecia La Cure Gourmande mas a de Madrid, a de Paris (pelo menos esta na Rue de Rivoli) não era muito diferente mas ainda assim é sempre bom estar no seu país de origem. Fundada há vinte e cinco anos em Balaruc-Les-Bains tinha como objectivo voltar á tradicional pastelaria e confeitaria vendendo bolachas e bolos de boa qualidade que além disso recuperava o conceito das caixas de metal que se tornam objectos de coleccionador.

I already knew La Cure Gourmande but the one in Madrid, Paris (at least this in Rue de Rivoli) was not much different but still it is always good to be in it’s country of origin. Founded twenty-five years ago in Balaruc-Les-Bains it aimed to return to the traditional pastries and confectionary selling biscuits and good quality cakes that also recovered the concept of metal boxes that become collector’s items.

Continue a ler “La Cure Gourmande – Paris, França”

Maison Landemaine – Paris, França


O nosso hotel ficava muito perto da Rue des Martyrs, a rua com uma grande concentração de “patisseries” premiadas e “cholateriers”. Não tivémos tempo de provar todas mas a Maison Landemaine foi uma das escolhidas e é impossível entrar sem querer comer muito mais do que o estômago nos está a pedir. Quando entrámos formou-se fila, grande parte para comprar pão e alguns não resistiam aos vários doces e bolos das vitrinas.

Our hotel was very close to the Rue des Martyrs, a street with a large concentration of award-winning “patisseries” and “cholateriers”. We had no time to tasted them all but the Maison Landemaine was one of the chosen and it is impossible to enter without wanting to eat much more than in the stomach is asking. When we entered a queue was formed, largely to buy bread and some could not resist the sweets and cakes of it’s windows.

Continue a ler “Maison Landemaine – Paris, França”

Blend – Paris, França

A febre dos hamburgueres gourmet invadiu várias cidades europeias e Paris não foi excepção, encontrei várias opções para os comer mas acabámos por decidir ir ao Blend. Queríamos um lugar descontraído para comer dos que nos fizessem matar saudades da nossa viagem a NYC e este pareceu-nos a melhor opção. Não é muito grande e não tem muitas mesas mas o serviço é suficientemente rápido para conseguir sempre mesa nem que seja a partilhar.
The fever of gourmet burgers raided various European cities and Paris was no exception, I found several options to eat but ended up deciding to go to the Blend. We wanted a relaxed place to eat that to relive the memories of our trip to NYC and this seemed the best option. It is  not very large and has few tables but the service is fast enough so you can always get the table even if you have to share.

Continue a ler “Blend – Paris, França”

Pink Flamingo – Paris, França

 
Depois de uma semana na Normandia a comer a típica comida da região decidimos que necesitávamos de comer uma pizza e como fomos passear ao Canal Saint Martin a escolha foi o Pink Flamingo. São uma versão irreverente do clássico italiano, ideia de dois artistas Jamie e Marie que oferecem uma carta com combinações inovadoras e surpreendentes.
Fomos ao primeiro restaurante que abriram em Paris mas têm outros na cidade e pelo que vi na sua web têm um em Valência e outro em Amsterdão.

After a week in Normandy eating the typical food of the area we decided that we needed to eat a pizza and as we were wandering the Canal Saint Martin the choice was the Pink Flamingo. They are an irreverent version of the classic Italian food, idea of two artists Jamie and Marie that offer a letter with innovative and surprising combinations.
We went to the first restaurant that opened in Paris but have others in the city and from what I saw on their web they have one in Valencia and one in Amsterdam.

Continue a ler “Pink Flamingo – Paris, França”

Sous-Rire – Paris, França

NOTA: Restaurante fechado /// Restaurant Closed

Vínhamos do Hotel du Ville em direcção ao Centre Pompidou quando entrámos na simpática rua pedestre de S. Martin. Estávamos já na hora do almoço por isso decidimos sentar-nos num dos seus restaurantes e escolhemos o Sous-Rire.
Ficámos sentado na agradável esplanada e á hora do almoço tinha um menú do dia.

We came from the Hotel du Ville and were headed to the Centre Pompidou when we stepped into S. Martin a nice pedestrian street. It was lunch time so we decided to seat down in one of it’s restaurants and we chose the Sous-Rire.
We sat down in it’s pleasant terrace and they had a lunch menu.

Continue a ler “Sous-Rire – Paris, França”

Café Montparnasse – Paris, França


Fica na Praça 18 de Junho de 1940, muito próximo do hotel onde ficámos (Best Western Aramis) e foi o espaço perfeito para comermos sem grandes deslocações depois de um compensador, mas estafante dia, a passear pela cidade.
Na realidade até procurávamos um local onde comer algo mais simples, uma salada ou do género porque com tantos dias de “road trip” a comer muitas vezes pelo caminho ou a experimentar todo o tipo de delicias culinárias, queríamos algo mais “light”.

Located in the Square 18th of June 1940, very close to the hotel where we stayed (Best Western Aramis) and was the perfect place to eat without walking to much after a rewarding but exhausting day of sightseeing.
And also we were looking for a café to eat something simple, a salad or something because with so many days of “road trip” often eating along the way or trying all sorts of culinary delights, we wanted something more light.

Continue a ler “Café Montparnasse – Paris, França”

Café Paul – Paris, França

Tínhamos acabado de entrar na avenida dos Campos Elisios, “estacionámos” as bicicletas e procurávamos um sitio para lanchar, a fome apertava e pedalar ainda nos fazia sentir mais vontade de comer.
Entrámos no Paul da Avenue Franklin Roosevelt por acaso, tinha excelente aspecto, com uma esplanada óptima e decidimos ficar por ali. Assim que vimos a montra dos bolos deu-me vontade de comer tudo, levar uma caixa dos famosos macarons mas conseguimos resistir.

We had just entered the Avenue des Champs Élysées, we “parked”  our bikes and start looking for a place to have a snack, we were starving and riding the bike made us feel more like eating.
We entered Paul’s in the Avenue Franklin Roosevelt by chance, it looked great, with a nice terrace and decided to stay there. Once we saw the cakes window it made ​​me want to eat everything, buy a box of the famous macarons but we were able to resist.

Continue a ler “Café Paul – Paris, França”