MURILLO CAFÉ – MADRID, ESPANHA

Um colega de trabalho recomendou-me este restaurante em Madrid e depois de ler sobre ele neste blog: MadridCoolBlog, decidimos ir experimentar este fim de semana. Fica muito bem localizado, está junto á Plaza Murillo entre o Museu do Prado e o Real Jardim Botânico.
Por todo o lado se pode ler que foi fundado em 1927 e está dedicado ao famoso pintor espanhol (do século XVII) com o mesmo nome.
 
A coworker recommended me this restaurant in Madrid and after reading about it in this blog: MadridCoolBlog, we decided to try it this weekend. It is very well located, it’s close to the Plaza Murillo between the Prado Museum and the Royal Botanic Gardens.
Everywhere one can read that was founded in 1927 and is dedicated to the famous Spanish painter (seventeenth century) with the same name.

Continue a ler “MURILLO CAFÉ – MADRID, ESPANHA”

do: LE PETIT BISTROT – MADRID, ESPANHA

O passeio ao Parque de Berlim foi feito já no final da manhã e pedia um almoço na zona. No mesmo post do blog Madrid Y Yo onde sugeria o parque sugeria também o Le Petit Bistrot que ficava ali perto. Também já tinha algo sobre o restaurante numa revista que sugeria o brunch neste restaurante mas segundo o que vi no próprio site do Bistrot, só o do Bairro das Letras é que tem.
 
Our walk in the Berlin Park was almost at lunch hour so we had to eat in the area. In the same blog Madrid Y Yo there was a suggestion to eat at the Le Petit Bistrot that was close by. I remembered this restaurant’s name from a magazine that suggested a Sunday brunch but after checking on their website I realised it was only on the one in the Barrio de las Letras.


O interior do restaurante (como se esperava) estava decorado como um bistro parisiense, um ambiente acolhedor sem dúvida mas o tempo ainda estava agradável e decidi ficar na esplanada. Mais tarde arrependi-me e é talvez a única falha que vejo no restaurante porque a idea que temos de Paris e de um bistro, é que o seu interior pode ser muito acolhedor mas a sua esplanada é sempre convidativa. As mesas e cadeiras em verga com almofadas confortáveis…aqui nada disso…aqui é a típica mesa e cadeira de esplanada desconfortável que podia bem ser de um bar de “cañas y tapas” qualquer.
Ao “medio día” têm um menú que fica por 9,90€ onde se pode escolher do menú uma “entrante” e um crepe (ou tostas). Havia vontade de provar vários, mas para entrada pedi o “Costrón de queso de Cabra caliente con miel” que é uma combinação que nunca falha.
Depois decidi mandar a dieta pela janela e provar um crepe de inspiração espanhola, o Burgos. Para cortar calorias e comer “chistorra” (uma espécie de linguiça) e morcela de Burgos sem remorsos, decidi pedir a massa do crepe com farinha integral e foi uma excelente escolha porque a massa de crepe do Petit Bistrot é como tem que ser.
 
The restaurant had the typical parisian bistro decor (as you might expect by name of it), it looked very warm and cosy but because I wanted to take advantage of these last sunny pleasant days I decided to stay on a table outside.
I ended up regretting as it is the only negative thing. I remember seating outside in a Paris café or bistro and it was much more confortable, with those typical rattan chairs but no, it looked like the chairs and tables from any typical bar. I guess I was expecting something charming to match the interior.
At “medio día” (noon or in here almost 2’o clock in the afternoon) they have a lunch menu for 9,90€ where you can choose a starter (entrante) and a crepe (or a toast).
I wanted to try half the menu (that is good right?). I order the “Costrón de queso de Cabra caliente con miel” (Goat cheese with crunchy bacon and honey) it is a combination that never fails.
Then I decided to forget about my diet and taste a crêpe of spanish inspiration – the Burgos. To cut calories and eat “chistorra” (a sort of chorizo) and the “morcilla” without any regrets, I decided to eat the crêpe with a whole wheat flour. It was an excelent choice because the crêpe was great.
 
Por último, o café “gourmand” que também está incluído no preço e que eu troquei por um chá (um poleo-menta) “gourmand”. Segundo o Wikipedia, um gourmand é uma pessoa que tira grande prazer na comida que noutros tempos era uma palavra chique para a gula mas que hoje em dia é utilizado para quem aprecia boa comida e bebida. Assim que no Le Petit Bistrot se pedir um café (ou no meu caso um chá) “gourmand” não vai receber uma chávena com um chocolatinho ao lado, vai receber uma prova de sobremesas entre elas um bolo de chocolate, um crepe com caramelo e uma tarte de nata. 

In the menu they have a “café gourmand” but instead of coffee I asked for some tea (“poleo-menta). According to Wikipedia, a gourmand is someone that takes a great pleasure in food and in other times it was a fancy word for gluttony  but today it is used for those who appreciate good food and drink.
If you ask this at Le Petit Bistrot the gourmand part is not a small cumplimentary chocolate, no you well get a taste of some of their desserts like: chocolate cake, crêpe with caramel and a custard tart.
O do Parque de Berlim abriu o apetite e a curiosidade de ir ao brunch, já está apontado na agenda.

This one opened the appetite to try the other one with the brunch.

Website: http://www.lepetitbistrot.net
Metro: Concha Espina

 
Guia Madrid/Madrid Guide

 

 

Café Montparnasse – Paris, França


Fica na Praça 18 de Junho de 1940, muito próximo do hotel onde ficámos (Best Western Aramis) e foi o espaço perfeito para comermos sem grandes deslocações depois de um compensador, mas estafante dia, a passear pela cidade.
Na realidade até procurávamos um local onde comer algo mais simples, uma salada ou do género porque com tantos dias de “road trip” a comer muitas vezes pelo caminho ou a experimentar todo o tipo de delicias culinárias, queríamos algo mais “light”.

Located in the Square 18th of June 1940, very close to the hotel where we stayed (Best Western Aramis) and was the perfect place to eat without walking to much after a rewarding but exhausting day of sightseeing.
And also we were looking for a café to eat something simple, a salad or something because with so many days of “road trip” often eating along the way or trying all sorts of culinary delights, we wanted something more light.

Continue a ler “Café Montparnasse – Paris, França”