Yemas de San Leandro – Sevilha, Espanha

Pode parecer o segredo melhor guardado de Sevilhas as Yemas (ou gemas) feitas pelas freiras do convento de San Leandro são bastante conhecidas. Mas mais que os doces em si o que faz de esta experiência mais especial é a maneira como compramos as Yemas, entramos no convento e nunca vemos uma freira, falamos através de uma janela giratória fazemos o nosso pedido, pagamos e mais uma voltinha temos os doces na nossa mão.

It may seem the best kept secret of Seville but the Yemas (or Yolks) made by the nuns of the convent of San Leandro are well known. But more than the sweets themselves, what makes this experience more special is the way we buy the Yemas, we enter the convent and we never see a nun, we speak through a revolving window we make our request, we pay and we in another turn, the candy is in our hand.

Continue reading “Yemas de San Leandro – Sevilha, Espanha”

Anúncios

Metropol Parasol – Sevilha, Espanha

Ao post dei-lhe o título de Metropol Parasol mas o seu outro nome (e o oficial) é “Las Setas de Sevilla”. A estrutura de madeira é considerada a maior do mundo e foi desenhada pelo arquitecto alemão Jürgen Mayer. Inaugurada em 2011 veio renovar a Plaza de la Encarnación servindo de espaço cultural com um Museu Arqueológico, um miradouro, o ponto de informação turísticas, o Mercado de la Encarnación e alguns bares.

The post title is Metropol Parasol but its other name (and the official one) is “Las Setas de Sevilla”. The wooden structure is considered the largest in the world and was designed by the German architect Jürgen Mayer. Inaugurated in 2011 came to renew the Plaza de la Encarnación serving as a cultural space with an Archaeological Museum, a belvedere, tourist information point, Mercado de la Encarnación and some bars.

Continue reading “Metropol Parasol – Sevilha, Espanha”

La Chunga – Sevilha, Espanha

No final das férias de Verão e no regresso a casa passámos por Sevilha. Decidimos aproveitar para trocar as tascas do Algarve por algo com um toque mais moderno e foi assim que chegámos ao La Chunga. O que mais me apetecia confesso, era comer um bom salmorejo muito típico no Verão e que sabe bem fresco e o La Chunga cumpriu com as minhas expectativas. A decoração moderna fugindo dos clichés do típico bar sevilhano faz com que esteja na lista dos bares da moda.

At the end of our summer vacation and returning home we went through Sevilha. We decided to take advantage of the opportunity to exchange the bars of the Algarve for something with a more modern touch and that’s how we arrived at La Chunga. What I most wanted I must confess, was to eat a good salmorejo very typical in the summer and that is so fresh and La Chunga met my expectations. The modern decor running away from the clichés of the typical Sevillian bar makes it stand on the list of trendy bars.

Continue reading “La Chunga – Sevilha, Espanha”

Ground Burger – Lisboa, Portugal

De varias partes chegaram recomendações para ir comer ao Ground Burger, “os melhores de Lisboa” diziam-nos e sabendo de antemão que isto de ser o melhor pode ser subjectivo, decidimos ir provar os seus já famosos hamburguers. Entramos e a decoração deixa-me descolocada, azulejos á portuguesa, cadeiras ao estilo bristrot francês e uma bandeira dos EUA…hum! Mas o que importa é a comida e essa esteve á altura do desafio, mais importante de definir se são os melhores ou não é se voltaria, e a resposta é sim.

Continue reading “Ground Burger – Lisboa, Portugal”

Jardim da Gulbenkian – Lisboa, Portugal

Saímos do almoço no Ground Burger e decidimos dar um passeio neste Jardim, não o conhecia e tanto que tinha ouvido falar dele principalmente de amigos com crianças. O que mais me chamou a atenção foi a tranquilidade, numa Lisboa que nem no Verão fica mais tranquila como era antes e bem perto de uma das suas avenidas mais agitadas (a António Augusto Aguiar), ao entrar ali naquele paraíso verde foi recuperar a calma e até o silêncio.

Continue reading “Jardim da Gulbenkian – Lisboa, Portugal”

Pizpireto – Lisboa, Portugal

Visitámos o MAAT em Julho e não era um dos seus dias mais quentes mas ainda assim pedia a gritos um gelado. Feliz coincidencia (e localização estratégica) junto ao museu estava uma pequena Piaggio transformada em mota de gelados conhecidos como as Paletas Mexicanas. Aqui em Madrid chamam-lhe polos mas termos técnicos á parte o importante é que são deliciosos gelados que podem ser recheados combinando sabores como o leite condensado com morango.

We visited MAAT in July and it was not one of the hottest days but still screaming for ice cream. Happily coincident (and strategic location) next to the museum was a small Piaggio turned into an ice cream mobile known as the Paletas Mexicanas. Here in Madrid they call it polos but technical terms aside the important thing is that they are delicious ice creams that can be filled combining flavors like condensed milk with strawberry

Continue reading “Pizpireto – Lisboa, Portugal”

MAAT – Lisboa, Portugal

Há um ano atrás que a paisagem de Belém nunca mais foi a mesma, 2016 foi o ano em que o MAAT com o seu novo e moderno edificio abriu ao lado de outro emblemático onde esteve instalado o Museu da Electricidade. Trouxe modernidade numa linha junto ao rio marcada por grandes monumentos como o Padrão dos Descobrimentos e a Torre de Belém. Obra assinada por Amanda Levete, tem dupla funcionalidade: albergar obras de arte e servir de mirador para o rio Tejo.

From a year back the landscape of Belém would never be the same, 2016 was the year in which the MAAT with its new and modern building opened next to another emblematic where the Museum of Electricity was installed. Brought a modern touch in a line along the river marked by great monuments like the Padrão dos Descobrimentos (Monument of the Discoveries) and the Tower of Belém. Work signed by Amanda Levete, has dual functionality: to host works of art and serve as a viewpoint for the Tagus River.

Continue reading “MAAT – Lisboa, Portugal”