Guia de Bremen

Estive duas vezes em Bremen e todas a trabalho, como o seu centro histórico é relativamente pequeno e fácil de visitar. Aqui há boa comida e bebida, arquitectura medieval, renascentista e art deco. Tem até um centro de ciências com actividades interessantes e umas quantas galerias e museus.

I have been to Bremen twice and all for business, as its historic center is relatively small and easy to visit. Here there is good food and drink, medieval, Renaissance and art deco architecture. It even has a science center with interesting activities and a few galleries and museums.

Continue a ler “Guia de Bremen”

Bremer Ratskeller – Bremen, Alemanha

Não é difícil encontrar o mítico Bremer Ratskeller, basta procurar os Músicos ou o edificio antigo da Câmara Municipal e encontramos este restaurante. Construído no século XV é na realidade uma adega que guardou durante anos alguns dos melhores vinhos da região e ainda hoje guarda uma pipa de Rüdesheim do século XVII.
It is not difficult to find the mythical Bremer Ratskeller, just search the musicians or the old building of the Town Hall and found this restaurant. Built in the fifteenth century is actually a cellar for years have saved some of the best wines of the region and still keeps a kite Rudesheim seventeenth century.

Continue a ler “Bremer Ratskeller – Bremen, Alemanha”

do: BÖTTCHERSTRASSE – BREMEN, ALEMANHA

Quando visitei Bremen pela primeira vez procurei esta rua e não a consegui encontrar. Foi de facto estranho uma vez que ficava na parte de trás do hotel onde estava hospedada mas como ia com mais gente que além disso estava ansiosa para ver os Músicos acabei por desistir da ideia de visitar a rua que aparece em primeiro lugar no Lonely Planet quando pesquisas os locais de interesse da cidade.
 
When I visited Bremen for the first time I looked for this street and could not find it. It was indeed strange as it was at the back of the hotel where I was staying but I was with people who were more eager to see the musicians than this so I gave up the idea of visiting the street that appears first in the Lonely Planet when you search for the sights of the city.

 
Mas á segunda foi de vez e consegui dar um passeio pela rua durante uma trégua que o mau tempo nos deu nesta última visita a Bremen. A Bottcherstrasse apesar do seu aspecto quase medieval foi na realidade construída no século XX. Foi o empresário Ludwig Roselius que encargou ao arquitecto Bernhard Hoetger criar uma rua que fosse um símbolo do país.
Na realidade visitar esta rua pode provocar uma mistura de sentimentos, se por um lado não deixa de ter o seu interesse por ser algo único na cidade por outro lado foi construída por um homem que partilhava dos mesmos ideais de Adolf Hitler (diz-se que a imagem dourada da entrada está dedicada a ele: “The Bringer of Light”) e todos sabemos como é que essa história acabou.
Ainda assim a Bottcherstrasse tenta ser alheia a tudo isso, tem algumas lojas interessantes e bares com esplanada para além de interessantes edificios como o Paula-Becker-Modersohn-Haus que é o primeiro museu dedicado a uma artista alemã e o Haus Atlantis.
 
But in this second time I was able to take a walk down the street during a truce that the bad weather gave us this last visit to Bremen. The Böttcherstrasse despite its almost medieval look was actually built in the twentieth century. Ludwig Roselius was the entrepreneur who ordered the architect Bernhard Hoetger to create a street that was a symbol of the country.
Indeed visiting this street can cause some mixed feelings, on one hand it is very interesting and something unique in the city on the other side it was built by a man who shared the same ideals of Adolf Hitler (it is said that the golden image of the entrance is dedicated to him: “The Bringer of Light”) and we all know how that story ended.
Still Böttcherstrasse tries to be oblivious to all this, it has some interesting shops and bars with outdoor seating in addition to interesting buildings such as Paula Modersohn-Becker-Haus, which is the first museum dedicated to a German artist and the Haus Atlantis.
 
 
 
 
 
 

Our guide of:
 

do: UNIVERSUM – BREMEN, ALEMANHA

Uma parte do nosso programa de actividades em Bremen envolvia uma visita ao Universum, um centro onde a ciência está em destaque. Está divido em três edificios: Science center, o Entdecker park e o Schaubox. Entrámos no último para ver a exposição: “Your Life in Numbers”.

A part of our program of activities in Bremen involved a visit to Universum, a center where science is highlighted. It’s divided into three buildings: Science center, the Entdecker park and the Schaubox. We entered the last to see the exhibition: Your Life in Numbers.”

O objectivo da exposição é dar informação sobre números do dia á dia como por exemplo o número de embalagens de detergente que se gasta num ano ou a altura média de um homem e de uma mulher. Entre jogos interactivos e dados podes aprender algumas curiosidades sobre a vida quotidiana.
O Science Center que é uma maravilha arquitectónica (Ver aquí) só vimos por fora mas comentaram-nos que continuava na linha de exposições interactivas relacionadas com a Terra e o cosmos. Porque fomos pela empresa não pagámos para entrar mas os preços rondam os 16€ por adulto, estão muio orientados para crianças por isso é uma boa ideia para quem viaja em familia.
 
The aim of the exhibition is to provide information on numbers of daily life such as the number of packs of detergent you spend in a year or the average height of a man and a woman. Between games and interactive data you can learn fun facts about everyday life.
The Science Center is an architectural wonder (see here) but please only saw it from out side and they commented that it was still in that interactive exhibits line related to the Earth and the cosmosBecause we went through the company we did not pay to enter but prices are around € 16 per adult, it is oriented to children so it is a good idea for anyone traveling with family.
 
 
 
 
 

 
 

Our guide of:
 

sleep: ATLANTIC GRAND HOTEL – BREMEN, ALEMANHA

A minha visita a Bremen como disse anteriormente foi a trabalho por isso o hotel onde fiquei foi escolha da organização. Na verdade foi uma excelente opção porque estava no centro da cidade muito perto da Marktplatz.
Não seria porém a minha primeira escolha e simplesmente por uma questão de preço, porque é um excelente hotel.
 
My visit to Bremen as I said earlier was to work so the hotel where I stayed was chosen by the organization. Actually it was an excellent choice because it was in the city center very close to Marktplatz.
But it would not be my first choice and simply for a matter of price, because it is an excellent hotel.


Os quartos são espaçosos e muito funcionais e a casa de banho era moderna. O pequeño-almoço era buffet com uma excelente variedade. Não tenho nada a apontar apenas os 139€ por noite que realmente valem o conforto mas que numa situação normal estaría fora do meu preço psicológico para um hotel citadino.
 
The rooms are spacious and very functional and the bathroom was modern. The breakfast buffet was excellent with a good variety. I have nothing to point out only  the 139€ per night that are really worth the comfort but in a normal situation it would be out of my psychological price for a city hotel.

 
 
 
Our guide of:
 

eat: LUV – BREMEN, ALEMANHA

Eram dez da noite de uma segunda-feira e procurávamos um restaurante para jantar, foi o nosso primeiro contacto com Bremen e estava a ser difícil encontrar um lugar para comer. Não haviam muitos restaurantes abertos e o único mais perto do hotel era um tapas bar, tendo vindo de Espanha não nos parecia muito apelativo.
Decidimos ir até á zona de Schlachte que fica junto ao rio Weser onde todos nos recomendaram ir por ter muitos bares, creio que será mais animado no Verão, no Inverno só encontrámos o Luv aberto.
 
It was ten o’clock of a Monday and we were looking for a restaurant to have dinner, it was our first contact with Bremen and it was difficult to find a place to eat. There were not many restaurants open and the only one closer to the hotel was a tapas bar, having come from Spain it didn’t seem very appealing.
We decided to go up into the Schlachte zone which runs along the river Weser it was recommended where we all go for having many bars, I think it will be more lively in summer, in the winter only found Luv open
.

A decoração é simples e nas paredes estavam fotos de barcos. Não quisémos arriscar na comida, pedimos uma salada e um prato de massa que dividimos entre duas pessoas. As doses eram muito generosas a começar pela Coca-Cola que parecía ser de 0,75l.
A comida estava boa e no final pagámos cerca de 25€ para duas pessoas.
 
The decoration is quite simple, on the walls photos of boats. We did not want to risk with the food, so we ordered a salad and a pasta dish to share between two peopleThe portions were very generous starting with Coca-Cola that appeared to be of 0.75 l. 
The food was actually quite good and in the end we paid around 25€ for two.
 

Website: http://www.restaurant-luv.de/

Our guide of:

 

do: MARKTPLATZ – BREMEN, ALEMANHA

 
A minha estadia em Bremen foi de três días mas o tempo para realmente vê-la foi apenas uma hora, pelo menos com luz do dia. A primeira coisa que quis visitar foi esta praça dominada por dois importantes edificios um é o Rathaus e o outro é a Catedral de St. Petri com as suas duas torres gémeas de quase 100 metros de altura.
 
My stay in Bremen was three days but the time to really see it was only an hour, at least in daylight. The first thing I wanted to visit this square was dominated by two important buildings one is the Rathaus and the other is the St. Petri Cathedral with its two twin towers nearly 100 feet tall.

 
Até visitá-la durante o dia devo admitir que Bremen não me estava a entusiasmar, creio que a melhor altura para a visitar será na Primavera, no Verão ou se for no Inverno talvez num fim de semana. Chegámos de noite,a um dia de semana e andámos por esta praça á procura de um sitio para comer, era tarde e estava vazia não se via ninguém.
Durante o dia já se vê mais gente, os cafés montam as suas esplanadas (ainda que o frio ou a ameaça de chuva não te convide a sentar), alguns circulam com as suas bicicletas, etc..
É elaborada fachada do Rathaus que domina a paisagem da praça e está na lista do Património Mundial da UNESCO. Foi construído no século XV mas a impressionante fachada que vemos actualmente foi de uma renovação do século XVII.
Junto ao Rathaus um monumento a Roland (de 1404), um dos símbolos da cidade, um cavaleiro da Batalha de Roncesva.
Do lado oposto ao Rathaus está o Schütting, a Câmara de Comércio da cidade desde a época medieval construída no século XVI.
Há muito para ver nesta praça e a sua visita é inevitável, partimos daqui para conhecer o resto do centro histórico.
 
So until we visit it during the day I must admit that I was not so excited by Bremen, I think the best time to visit would in the spring, summer or if you go in the Winter perhaps a weekend would be best. We arrived at night, on a week day and walked by this square looking for a place to eat, it was late and it was empty, we didn’t see anyone.
During the day you see more people, the cafes assemble their terraces (although the cold or the threat of rain did not invite you to sit), some moving with their bikes, etc. ..
It‘s Rathaus elaborate façade that dominates the landscape of the square and is on the World Heritage list of UNESCO. It was built in the fifteenth century but the impressive façade we see today was a renewal of the seventeenth century.
Along the Rathaus a monument to Roland (1404), one of the symbols of the city, a knight of the Battle of Roncesva.
Opposite the Rathaus is the Schütting, the Chamber of Commerce of the city since medieval times built in the sixteenth century.
There is plenty to see in this square and the visit is unavoidable, we start from here to explore the rest of the historic center.

 
 
 
 
 

Our guide of: