do: LAS DEHESAS – CERCEDILLA, ESPANHA

O nosso primeiro piquenique em Madrid foi no Domingo passado e para celebrar o meu aniversario. Escolhemos Las Dehesas de Cercedilla pela sua proximidade a nossa casa (fica a uns 40 minutos) além de ter uma área recreativa bastante bem cuidada e organizada.
Com uma floresta densa composta essencialmente por pinheiros foi o lugar ideal para passar o dia com os miúdos que podiam disfrutar da natureza.
 
Our first picnic was in Madrid last Sunday and to celebrate my birthday. We chose Las Dehesas Cercedilla for its proximity to our house (located some 40 minutes) in addition to having a very well cared and organized recreational area.
With a dense forest composed mainly of pine was the ideal place to spend the day with kids could enjoy the nature.

Tem vários parques de estacionamento e normalmente junto a um está uma zona com mesas de piqueniques ou um prado onde podes colocar a toalha e comer no chão. Mas para os que procuram outro tipo de actividades, uma das principais é o “senderismo” com caminhos com vários níveis técnicos um deles passa pela Calçada Romana de Fuenfria. Há uma piscina que abre no Verão e um parque de aventura onde se pode fazer slide.
 
Has several parking lots and usually adjacent to a picnic area with tables and a meadow where you can put the towel on the floor and eat. But for those seeking other types of activities, one of the main ones is trekking with paths with various technical levels one passes by a Roman road of Fuenfria. There is a pool that opens in the summer and an adventure park where one can do slide.
 

Website: http://www.cercedilla.es/webturismo/

Our guide of:

EL BARQUILHO, ÁVILA, ESPANHA

Entrámos neste pequenho “pueblo” perto da Serra de Gredos com apenas um objectivo: tomar banho no rio.

Assim que da aldeia em si não conhecemos muito mas encontrámos pequenas praias fluviais onde podíamos tomar banho descansados sem muita gente por perto. Não gosto muito de tomar banho no rio, não vemos bem o fundo, há muitas pedras, peixinhos a morder-nos, mas só a beleza do entorno faz esquecer isso e o calor obriga a um banho nem que seja rápido.

Um pequeno paraíso onde encontramos tranquilidade, ideal para descansar e desligar um pouco da confusão.

 

EL VERGEL DE GREDOS, BOHOYO, ESPANHA

Não é o tipo de restaurante que possa figurar num guia de viagens, mas para os espanhóis que gostam desta zona é bastante conhecido e está sem dúvida no seu guia pessoal da Serra de Gredos.

Talvez lhe falte um pouco mais de charme para poder figurar nesses tais guias, não vemos gente da moda mas vemos gente feliz. Foram a banhos nas geladas águas (vindas da neve derretida) que passam por baixo da “Puente de la Garganta”.

 

E nada melhor que uns bons petiscos depois de um refrescante banho, seja no mar ou no rio. Sentamo-nos na esplanada, a tal sem grande charme com as mesas de plástico que as marcas de cerveja patrocinam. A vista é para a tal garganta de Bohoyo e enquanto esperamos pela comida, as melgas vão-se servindo…

Nota mental: Levar repelente para a próxima vez. 

Os nossos amigos repetiam-nos que a comida era muito bom e que iria valer a pena dar umas poucas gramas de sangue ás melgas. Num ápice o empregado enche a mesa.

Desde “chipirones” passando pelas famosas “patatas revolconas”, aqui acompanhadas por torresmos (que não provei), passando por um fantástico queijo da região. 

E depois como se não bastasse, ainda vêm duas travessas com carne da região, muito bem cortada e que deveríamos cozinhar na famosa pedra. Chegámos a pensar que isto até nós comemos em casa, mas a diferença está na carne, de uma qualidade tão boa que é dificil de descrever. 

Ainda se comeram algumas sobremesas, as típicas “natillas” caseiras. A sua boa relação preço/qualidade explica o porquê de ser paragem obrigatória para quem vem para os lados da Serra de Gredos. Uma agradável descoberta…

HOTEL HACIENDA LOS ROBLES, NAVACERRADA, ESPANHA

Estive hospedada neste hotel rural para uma reunião de trabalho. Fica mesmo á entrada de Navacerrada (centro) e a poucos quilómetros da estação de ski. É pequeno mas acolhedor, com pessoal relativamente simpático. 

 

 

Tem um bom espaço de ar livre, com jardim e piscina, além de um pequeno SPA com um circuito termal que com o acordo da empresa faziam por 16€ uma hora (se não me engano). Tinha também um pequeno ginásio, muito mas muito pequeno, abafado até, porque utilizei para correr na passadeira e tinha um efeito sauna. 

Éramos duas pessoas e ficámos num quarto familiar, que tinha duas divisões e duas casas de banho, não sei por isso dizer se os quartos são grandes ou pequenos porque o nosso era grande e custou 68€ por noite. 

Tínhamos por isso duas varandas em vez de uma mas que estavam viradas para estrada e não para o jardim. 

Uma boa estadia neste hotel, se bem que á noite estivémos no pub inglês cuja emprega parecia uma personagem do Twilight…medo!

 

Website: http://www.haciendalosrobles.com/index.php