CIDADE MEDIEVAL, RHODES, GRÉCIA

Rhodes ou Rodes, foi uma das nossas ilhas preferidas (para além de Mykonos) do cruzeiro que fizémos na Grécia.
Se tivéssemos estado em mais ilhas talvez fosse dificil explicar porquê mas das que visitámos esta destacou-se por parecer ter tudo, locais arqueológicos de épocas tão diferentes como a da grécia antiga, a romana, a medieval, a bizantina entre outras e porque tem praias maravilhosas e outras mais comerciais para os turistas que enchem os aviões que aterram no aeroporto da ilha.
Rhodes and Rhodes was one of our favorite islands (apart from Mykonos) cruise that we did in Greece.
If we had been in the islands might be more difficult to explain why, but of which we visited this stood out because it seems to have all seasons of archaeological sites as diverse as the ancient Greece, the Roman, medieval, Byzantine and others and because it has beaches and more wonderful commercial for tourists who fill the airplanes landing at the airport of the island.

Continue reading “CIDADE MEDIEVAL, RHODES, GRÉCIA”

Anúncios

LITTLE VENICE – MYKONOS, GRÉCIA

Um dos locais mais turísticos da ilha, proporciona um pôr-do-sol magnifico enquanto estamos sentados em qualquer uma das suas esplanadas a beber um copo.
O nome de “Pequena Veneza” vem da sua construção junto ao mar e com as peculiares varandas em madeira com vista desafogada.
One of the best tourist places of the island, provides a setting for the magnificent sunset while sitting in any of its terraces having a drink.
The name Little Venice” comes from its construction by the sea and with the peculiar wooden balconies with panoramic views.

Continue reading “LITTLE VENICE – MYKONOS, GRÉCIA”

HOTEL LADY ANNA – MYKONOS, GRÉCIA

Localizado junto á praia de Yialos, é um simpático hotel em que a recepção se faz junto á praia e os apartamentos estão do seu lado esquerdo.
Os quartos (pelo menos o nosso) era pequeno e sem grandes luxos, mas a verdade é, se estamos em Mykonos só precisamos mesmo de um quarto para dormir porque passamos lá muito pouco tempo.
Located near the beach of Yialos, it’s a friendly hotel where the reception is done near the beach and the apartments are on your left. The room (at least  ours) was small and without great luxuries, but the truth is, if we are in Mykonos we only really need a room to sleep because we spent very little time in there.

Continue reading “HOTEL LADY ANNA – MYKONOS, GRÉCIA”

RHODES, GRÉCIA

Foi a nossa próxima paragem, felizmente nesta ilha tínhamos um dia inteiro para visitá-la, como não era muito grande decidimos fazê-lo de mota, alugámos assim que saímos do barco.

Quisémos ir primeiro á outra ponta da ilha, Lindos. E a principio devo admitir que não estava a dar muito por Rhodes porque fomos pela estrada da zona Norte e não parecia fantástica, mas assim que vislumbramos um paraíso…com as suas lagoas de água azul quase caribenha, com o seu castelo, com as suas ruelas cheias de charme e com a Acrópole. Tudo isto num espacinho só que curiosamente se chama…Lindos, faz jus ao nome.

It was our next stop, fortunately this island had a whole day to visit her, as it was not too big we decided to do it by motorbike, so we rented the boat left.
We wanted to go first to the other end of the island, Lindos. And at first I must admit I was not giving much for Rhodes because we were on the road in the North and did not look fantastic, but once you envision … a paradise with its blue water lagoons almost Caribbean, with its castle, with narrow streets full of charm and the Acropolis. All this in a small space that only … curiously called Lindos, lives up to its name.
Continue reading “RHODES, GRÉCIA”

PATMOS – GRÉCIA

E devo um pedido de desculpas a Patmos porque na realidade não a entendi muito bem, pareceu-me uma ilha perdida no meio de muitas ilhas gregas com tanto glamour e paisagens bonitas que de repente Patmos parece triste e demasiado simples.
O cruzeiro organizava uma visita turistica pela ilha que básicamente se resumia a subir até ao Mosteiro e visitá-lo com um guia.

And I owe an apology to Patmos because in reality I didn’t quite understand it, seemed a lost island in the middle of many Greek islands with both glamor and beautiful landscapes that made Patmos suddenly look sad and too simple.
The cruise organized a tourist visit of the island that basically boiled down to climb up to the Monastery and visit it with a guide.



 
Decidimos poupar aqui uns cobres e pagámos 1€ cada um pela subida num autocarro local, o que acabou por ser fantástico e conhecer o lado B da ilha.
Para visitar o mosteiro ortodoxo, eu tive que vestir uma saia ou um “saco de batatas” para cobrir as pernas como sinal de respeito.
O mosteiro em si era pequenino e apertadinho, principalmente quando todo o cruzeiro estava lá dentro a ouvir o guia que pagaram, nós também ouvimos e á borla.
A vista desde o alto onde “plantaram” o mosteiro era soberba e realmente só quando chegamos lá acima é que realmente apreciamos a simplicidade da ilha e talvez, a sua grande honestidade, é o que é e pronto.
Em baixo antes de voltar ao cruzeiro ainda aproveitámos para tirar umas fotos no zona piscatória. 

We decided to save a few coins here and we paid € 1 each to get up by a local bus, which turned out to be fantastic and know the B side of the island.
To visit the Orthodox monastery, I had to wear a skirt or a “sack of potatoes” to cover the legs as a sign of respect.
The monastery itself was tiny and tight, especially when the entire cruise was inside listening to the guide they paid, we will also hear and tassel.
The view from the top where they “planted” the monastery was superb and really only when we got up there we really appreciate the simplicity of the island and perhaps his great honesty, is what it is and that’s it.
Down before returning to the cruise we took advantage of the extra time to take some pictures in fishing area.



Chora – Mykonos, Grécia

26844097713_5eabf36d5d_h
Chora é o centro de Mykonos. É nesta zona que podemos ver a “Little Venice” e também os famosos moinhos que são outro símbolo da ilha. Os primeiros foram construídos pelos venezianos e de onde estão podemos contemplar o pôr-do-sol junto a Little Venice.
Entrando no centro em si, sentimos a verdadeira essência de Mykonos. As ruas são estreitas, têm muito comércio e habitação.
Chora is the center of Mykonos. It is in this area that we can see the “Little Venice” and also the famous windmills that are another symbol of the island. The first were built by the Venetians and from there we can admire the sunset near Little Venice.
Entering the center itself, we feel the true essence of Mykonos. The streets are narrow, they have much commerce and houses.

Continue reading “Chora – Mykonos, Grécia”

do: PELICANO PETROS – MYKONOS, GRÉCIA

Este deve ser o “monumento” mais estranhei sobre o qual alguma vez fiz um post, mas eu acho que este pelicano merece um post só para ele afinal é considerado um dos símbolos de Mykonos e é talvez um dos mais fotografados da ilha.
Não admira que seja a sua mascota oficial, já que é sem dúvida um dos elementos mais hospitaleiros da ilha. Ainda assim eu dispensei as festinhas, não sou grande fã de animais com bico. 

This must be the most strange “monument” about which I ever made ​​a post, but I think this pelican deserves a  post because after all he is considered a symbol of Mykonos and is perhaps one of the most photographed island.
No wonder it is their official mascot, as it is undoubtedly one of the most hospitable  in the island. Still I dismissed the little parties, I am not a big fan of animals with beak.

Reza a história (há 40 anos atrás) que um pescador encontrou um pelicano ferido na ilha, decidiu cuidar dele e soltá-lo para que voltasse a “casa”, no entanto o pelicano considerou Mykonos a sua nova casa e nunca mais se foi embora. Esse foi o primeiro Petros, que entretanto morreu e logo procuraram um substituto que é o que hoje percorre as ruas de Mykonos sem qualquer medo da onda de turistas que se amontoa á sua volta.

The story says (40 years ago) that a fisherman found a wounded pelican on the island, decided to look after him and release him to go back “home”, however the pelican  tought of Mykonos as his new home and never went away . This was the first Petros, who however died and soon they sought a replacement that is what today walks the streets of Mykonos without any fear of the wave of tourists that piles up around you.