eat: BRISTOL BAR – MADRID, ESPANHA

Não sou uma grande entendida do mundo Gin, é uma bebida que não costumo beber mas há que reconhecer que nos últimos anos e principalmente desde que vivo em Madrid oiço falar muito sobre ela e despertou a minha atenção. Quando pedi a uma amigo espanhol recomendações para um bar onde beber Gin pela visita de uns amigos que gostam muito desta bebida ele não hesitou em recomendar-me o Bristolbar na zona das Salesas. 
I’m not a big expert of the Gin world, it’s a drink that I do not usually drink but it is clear that in recent years, and especially since I live in Madrid I hear so much about it and caught my attention. When I asked a Spanish friend recommendations for a bar to drink gin because of a visit of some friends who are very fond of this drink and he did not hesitate in recommending me Bristolbar in the Salesas area.

Ao entrar as suas referências “british” estão bem evidentes com a sua bandeira e uma foto da Rainha Vitória numa das paredes do bar. Tem mais de cinquenta marcas desta bebida e requer algum tempo para preparar, há que refrescar o copo com gelo, retirar o excesso de água, colocar o gin e depois uma porção de água tónica que o barman ao vertê-la para o copo utilizou o cabo de uma colher supostamente para que não perca o gás. O toque final foi uma casca de lima e pronto a servir. Eu optei por algo mais simples e rápido que foi a “clara con limón”, um clássico madrilenho.
A parte do bar é pequena mas com muito bom ambiente, tem também uma parte de restaurante que serve pratos da cozinha britânica. 

When you get in the “british” references are very evident with the flag and a picture of Queen Victoria on the wall of the bar. It has over fifty brands of this drink and it requires some time to prepare, starting by refreshing the glass with ice, remove excess water, put the gin and tonic after a that the bartender to pour it into the glass used the handle of a spoon that is supposed to help it not to lose gas. The final touch was a twist of lime and it was ready to serve. I opted for something simple and fast it was to “clara con limón” (beer with lemon soda) a Madrid-based classic. 
The part of the bar is small but with a good environment, also has a restaurant serving British cuisine.
 
Morada: Calle Almirante 20
Metro: Chueca ou Colón
Our guide of:

http://hojeconhecemos.blogspot.com/2001/10/madrid-chueca.html

BAR TOMATE, MADRID, ESPANHA

Uma das vantagens de ficar em Madrid em Agosto é que a cidade parece um deserto quando comparamos com os outros meses do ano permitindo-nos visitar locais ou ir a um restaurante da moda, sem ter filas de gente á porta.

O Bar Tomate é um desses locais da moda que para se conseguir mesa chegávamos a ouvir: “Só daqui a um mês”. Tem o poder de nos aguçar ainda mais a curiosidade de o conhecer mas com o perigo de criarmos uma expectativa tão grande que depois não merece o esforço.

Preferimos então esperar por outra oportunidade, por um momento que não estivesse tão na moda (que aqui acontece bastante) e quando uns amigos nos dizem que marcaram mesa não hesitámos em aceitar. Um outro amigo já o tinha recomendado, dizia que tinha excelente ambiente mas que era caro, agora posso confirmar que tem excelente ambiente (ainda que tenha faltado o tal D.J. que aparece a partir de 5ªfeira mas estamos em Agosto) e não me pareceu assim tão caro. 

 

As porções são pequenas e a comida é boa, não é extraordinária…é boa! As pizzas são simples mas com uma deliciosa massa crocante, o hamburguer com molho de queijo é muito bom mas não é tanto pela qualidade da carne, os amigos pediram “chipirones” que repetiram a dose porque estavam muito bons, outro pediu um carpaccio de “ternera” que eu diria ser mais uma entrada que um prato porque quem o come fica com fome.
De sobremesa pedi as Framboesas com pimenta, muito boa sobremesa em que elas vêm envoltas em leite creme, provei o biscoito de chocolate e achei seco, mas fora da lista estava uma tarte folhada de maçã que foi muito elogiada.
Antes de ir tinha visto comentários tanto no Trip Advisor como noutros sites que falavam mal do restaurante, principalmente do atendimento, talvez por ser Agosto e o restaurante não estar tão cheio achei que o atendimento foi muito bom e a nossa empregada era extremamente simpática. A nossa experiência aqui foi boa e é um excelente local para um jantar com amigos.

O preço saiu a 30€ por pessoa, um preço razoável considerando que muitos repetiram pratos e as sobremesas essas sim eram caras a 6€ e a 7€ cada uma. Não bebemos vinho o que equilibra as coisas.

É para voltar, beber um copo e aproveitar o ambiente, para a próxima com D.J.

 

VER GUIA DA CIDADE:

 

CALLE VELASQUEZ – MADRID, ESPANHA

Hoje conhecemos…bom, ás vezes o título deste blog prega umas quantas partidas.
Estivémos hoje a passear pela Velasquez em Madrid e a verdade é que não foi hoje que a conhecemos, já cá estivémos várias vezes antes, mesmo quando não vivíamos na cidade. 
Isto para dizer que a é indispensável conhecê-la, tal como muitos visitam o Sol ou Plaza Mayor. Para conhecer um outro lado de Madrid, o mais “pijo” (betinho) talvez, mas eu nem sei explicar bem a ligação que tenho a esta rua, parece que dela me guio para tantas outras igualmente interessantes como a Ayala, a Nuñez Balboa, a Jose Ortega y Gasset ou a Juan Bravo.
E começo por falar na Mallorca.
Quem gosta de espaços gourmet gostará sem dúvida deste, para mim é uma referência e quando ás vezes temos reuniões na empresa, daquelas que temos que comer dentro da sala e que fazê-lo chega a parecer deprimente. Mas quando chegam aquelas caixinhas da Mallorca e vemos a maravilha de sandes, tapas, empanadas, espetadinhas de fruta e fala-se de um bom bolo de chocolate mas eu nunca tive a sorte de lhe ser apresentada.
Só a montra já é um regalo, mas entrando na loja encontramos um espaço amplo com uma zona onde vendem produtos gourmet entre chocolates e vinhos, há muito por onde escolher. Podemos também provar as suas iguarias no pequeno bar que têm, da última vez que entrei vi um casal sentado numa mesa colada á montra a beber umas boas taças de champanhe e a tapear, ricas vidas!! 

 

 

Hoje o dia estava muito frio em Madrid, quando caminhávamos pela rua deviam estar uns 5º e ver as montras ajudava a aquecer.

Gosto sempre das montras da KA Internacional e claro está que nesta rua também estão algumas lojas de noivas e casamentos, como a Rosa Clará e Pronovias que do outro lado da rua. 
E por falar em “pijo” aqui está a foto da ScalperS, uma loja de roupa masculina mais clássica mas que na montra gostei de ver o pormenor do chinelinho de quarto com a caveira.
 
 
 
Na Velasquez há também as já conhecidas Musgo e a Natura. Nesta última, das que visitei em Madrid apercebo-me que são todas um pouco diferentes, esta por exemplo tem mais móveis e coisas para casa, aproveitei para fazer umas compritas. Coisas bem “chulas”… 
 
Passamos depois pela Giangrossi, uma boa gelataria cuja esplanada sabe sempre bem no Verão. Além dos gelados, os batidos também são deliciosos. 
Gostei da vibrante montra de Gastón y Daniela, especialistas em têxteis e decoração desde 1876, há que enaltecer esta longevidade.
Na rua há também as muito comerciais H&M, Zara, Sfera (do grupo El Corte Inglês) e a Mango. Aqui está uma loja que tem boas oportunidades em “rebajas”, a North Face. Se bem que para eles a época alta ainda agora começou  porque grande parte das suas roupas são específicas para neve. 
 
 
Mesmo ao lado está uma loja que se chama SKINC, um “skin suplement bar”. Gosto do nome e da assinatura, um bar de pele? Não, é um conceito japonês de produtos de beleza, com um imagem muito “clean” e de pureza.  
 
E tal como eu acredito que a Nespresso faz todo o sentido no Chiado, aqui não é excepção. “George, we recycle.”
Por dentro a loja é ampla e tem um espaço de experimentação, onde uns amigos nossos doidos por um bom café entraram para “experimentar” um qualquer sabor que lhes permitisse escapar ao mau sabor de muitos dos cafés que se servem por cá. E ainda foi á borla. Nesse dia a loja estava cheia, tinham lançado um sabor novo e estava um reboliço… 
E claro não podia faltar a Lateral, um sitio de “tapeo” por excelência e não foi a primeira onde comi. A primeira foi mais a norte de Madrid já nem me lembro o nome da zona, mas esta foi a que fui mais vezes, comer umas tapas e beber uma clara-limón.
Our Guide of:
http://hojeconhecemos.blogspot.com.es/p/madrid.html