Arena de Nîmes – França

Uma coisa é certa, os habitantes da cidade de Nîmes souberam ao longo dos muitos anos de história e existência preservar alguns dos seus monumentos mais antigos, a Arena romana é mais um desses exemplos uma vez que é considerado o mais bem conservado do género, batendo até o Coliseu em Roma.

One thing we can be sure, the inhabitants of the city of Nîmes have known over the many years of history and existence preserve some of its oldest monuments, the Roman Arena is one more of these examples since it is considered the best preserved of its type, even beating the Colosseum in Rome.

Com uma planta oval e uma capacidade para 24 mil espectadores na época dos romanos, só entrando podemos realmente ver a sua dimensão. Com 133 metros de profundidade, a sua arena foi palco dos espectáculos bárbaros que tanto agradavam aos súbitos do grande império Romano. Mais tarde, no século XIX foi remodelado para dar lugar a um outro tipo de espectáculo, as touradas.

With an oval plant and a capacity for 24 thousand spectators in the time of the Romans, only entering can we really see its size. With 133 meters of depth, its arena was the scene of the barbarous spectacles that so pleased the sudden ones of the great Roman empire. Later in the nineteenth century was remodeled to give way to another type of show, bullfighting.

Uma das curiosidades da sua construção são os corredores com o nome de “vomitórios”, eles permitiam a circulação dos espectadores sem que se misturassem os de classe baixa com os patrícios, a nobreza romana.

One of the curiosities of its construction are the corridors with the name of “vomitórios”, they allowed the circulation of the spectators without mixing the low class with the patricians, the Roman nobility.

Tivémos sorte com o dia em que fomos, estavam a ensaiar para o grande espectáculo do “Grand Jeux Romaines”, uma reconstituição histórica dos momentos vividos na arena (sem sacrificar animais) com simulações de combates, desfiles e outras actividades ligadas á época mais dourada da arena.

We were lucky with the day we went, were rehearsing for the grand show of the “Grand Jeux Romaines”, a historical reconstruction of the moments lived in the arena (without sacrificing animals) with simulations of fighting, parades and other activities linked to the golden age of the arena.

No ensaio vimos romanos a competir com um outro povo demonstrando a sua perícia com o cavalo e lanças, vimos também um grupo de estrangeiros vestidos de época que presumo tenham sido convidados a ser extras dos espectáculo mas para estar no público porque treinavam os seus gritos de apoio.

In the rehearsal we saw Romans competing with another people demonstrating their skill with the horse and spears, we also saw a group of aliens dressed in vintage clothes who I presume were invited to be extras of the show but to be in the public because they trained their cries of support.

A primeira vez que vimos a Arena foi na noite em que chegámos a Nîmes, é uma construção que se destaca também na ausência da luz do sol e com a praça vazia, chegava a ter um ar assombroso.

The first time we saw the Arena was the night we arrived in Nîmes, it is a building that stands out also in the absence of sunlight and with the empty square, it had an amazing air.

Aqui encontrámos a estátua de Nimeño II, um conhecido “matador” francês que nasceu na Alemanha. Estreou-se nesta cidade e ganhou mais peso no mundo da tauromaquia quando enfrentou a seis touros sozinho depois do português Vitor Mendes se ter lesionado logo no primeiro. Anos mais tarde, ferido gravemente na arena vai recuperando o movimento nas pernas e num braço para depois se suicidar.

Here we found the statue of Nimeño II, a well-known French “slayer” who was born in Germany. He made his debut in this city and gained more weight in the world of bullfighting when he faced six bulls alone after Portugal’s Vitor Mendes got injured early in the first. Years later, severely wounded in the arena recovers the movement in the legs and in an arm to later commit suicide.

Não visitei suficiente número de anfiteatros e arenas romanas para afirmar-lo com segurança mas a verdade é que este para mim foi o melhor que visitámos (sim, melhor que o próprio Coliseu), talvez tenha sido culpa do ensaio para o espectáculo que somou ao ambiente e permitiu que não tivéssemos que imaginar como era porque estávamos a assisti-lo. Em 2012, será no final de Abril outra vez, dois dias de Grand Jeux Romaines.

I did not visit enough amphitheatres and Roman arenas to assert it safely but the truth is that this was the best we visited (yes, better than the Coliseum itself), maybe it was the rehearsal for the show that added to the show. environment and allowed us not to imagine what it was because we were watching it. In 2012, it will be at the end of April again, two days of Grand Jeux Romaines.

+ Posts de Nîmes

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s