Aldeias de Xisto – Lousã, Portugal

Hoje conhecemos as Aldeias de Xisto na Lousã.
O tempo estava pouco sorridente e as primeiras pingas já começavam a cair quando avistamos a primeira aldeia de xisto, a do Casal Novo.
Há que admitir que provavalmente a melhor estação para conhecer as aldeias será a Primavera, mas as sua cores de Outuno e pingas de Inverno sempre lhes fazem alguma justiça.

Devemos reconhecer o esforço que se tem feito na recuperação e preservação destas aldeias, Casal Novo por exemplo está bem preservada e até me imaginaria a passar aqui uns 3 ou 4 dias com bom tempo simplesmente a disfrutar da vista e do espaço envolvente. Outra das coisas que devemos ter em conta quando as visitamos nas estações mais frias, é a possibilidade de não ver viva alma que foi o que nos aconteceu. Bom vimos seres vivos, pássaros e gatos, alguns gatos que me deram pena tal era o frio que ali fazia. Pelo chão da aldeia de Casal Novo vemos bolotas, cogumelos e muitas outras coisas que há primeira vista não parecem muito interessantes mas que para quem vive na cidade sempre têm o seu encanto.


Do Casal Novo partimos para o Talasnal, esta sim mais explorada a nível turistico, já com mais gente a visitar e com algum comércio aberto. A vista da aldeia é espantosa e as casas têm muito charme, vale mesmo a pena visitar.
Vimos pelo menos dois cafés bem ao estilo rústico da aldeia e uma loja muito pequenina de artigos da região, assim como os famosos Talasnicos, doces e licores. Para quem gosta muito de fotografar, há muitas coisas com interesse aqui.

 

Piodão

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s