Exposição Harry Potter 2017/2018 – Madrid, Espanha

No passado dia 7 de Janeiro fomos á Exposição dos filmes do Harry Potter que decorre ainda (foi prolongada até Abril) no IFEMA. São 1400 metros de uma exposição itinerante cujo seu ponto mais conhecido foi em Londres e que nos permite entrar no Mundo Mágico criado por J.K. Rowling. E sim 1400 metros parece muito mas uma vez lá dentro não é. No seu interior encontramos objectos e adereços utilizados na gravação dos seus filmes e aquí veio o meu primeiro problema com a organização, nos slots horários em que compras entradas há tanta, mas tanta gente que não consegues ver tudo. A facturação manda mais que os visitantes aproveitem ao máximo a exposição.

On the 7th of January we went to the Exhibition of the Harry Potter films that still takes place (it was prolonged until April) at the IFEMA. There are 1400 meters of an itinerant exhibition whose best known point was in London and that allows us to enter the Magical World created by J.K. Rowling. And yes 1400 meters seems a lot but once inside it is not. There we found objects and props used in the recording of your films and here came my first problem with the organization, in the slots where tickets are bought they allow so many, but so many people at the same time that you can not see everything. The billing commands more that to ensure visitors take maximum advantage of the exhibition.

Logo á entrada, uma pessoa recebe grupos reduzidos o que parecia ser boa ideia mas quando passas ás demais salas entras em hora de ponta para entrar em Madrid, ninguém se mexe e ninguém consegue ver (para não falar na falta de respeito de tirar 400 selfies no mesmo ponto não deixando que os demais possam ver). Essa pessoa escolhe umas três crianças e coloca-lhes o chapéu para escolher as equipas, sem surpresas todos escolhiam Gryffindor. Passamos por um resumo dos filmes (que acho que será uma sala para ganhar tempo porque tem pouco interesse, mas não funciona) e entramos depois na exposição em si. Funciona como um percurso e o primeiro que vemos é o comboio que nos leva a Hogwarts, aí dentro vemos o quarto de Harry e Ron, roupa dos principais actores, a Taça e roupa de Quidditch e ainda te “vendem” que vais entrar no campo a jogar mas é um simples jogo com uma rede e o que seria o buraco para atirar a bola, tudo apertado e difícil de conseguir momento para que os miudos joguem. Estão algunas salas de aulas reproduzidas, encontramos parte da de Poções e Herbologia, onde as mandrágoras são êxito com os miúdos. Entramos na cabana de Hagrid com a sua cadeira gigante e encontramos o Buckbeak entrando no Bosque Proibido.

At the entrance, a person receives reduced groups which seemed like a good idea but when you go to the other rooms you enter at rush hour to enter Madrid, nobody moves and no one can see (not to mention the lack of respect to take 400 selfies at the same point not letting others see). This person chooses three children and puts them to choose the teams, without surprises everyone chooses Gryffindor. We go through a summary of the films (which I think will be a room to buy time because it has little interest, but it does not work) and then we go into the exhibition itself. It works like a course and the first one we see is the train that takes us to Hogwarts, inside we see Harry and Ron’s room, clothes of the main actors, the Cup and Quidditch clothes and they still “sell” you that you will enter the field to play but it is a simple game with a net and what would be the hole to shoot the ball, everything tight and difficult to get moment for the kids to play. There are some classrooms reproduced, we found part of Potions and Herbology, where the mandrakes are successful with the kids. We entered Hagrid’s cabin with his giant chair and found Buckbeak entering the Forbidden Forest.

A partir de este ponto, a exposição que já se encontra debaixo de pouco luz entra no seu lado mais escuro para apresentar os principais vilões com adereços como as capas cinza que utilizava Voldemort ou a roupa de Bellatrix Lestrange. A última parte é o baile do filme do Cálice de Fogo, entramos no Great Hall que está repleto de adereços alusivos ao baile como os vestidos da Hermione e da Cho Chang ou o estranho fato de Ron Weasley. Encontramos também o Dobby muito escondido e a roupa do Professor Dumbledore. Termina na loja onde podes fazer uma foto de poster do Mágico mais procurado. Comprámos o bilhete familia 2 adultos + 2 crianças 50€ e não vem com audioguias que se compram á parte. Para ter bilhete para o bébé (que não paga) temos que ir ás bilheteiras na mesma que por sorte estavam vazias. A exposição vale a pena para um primeiro contacto com a produção do filme, eu esperava mais é certa mas os mais pequenos adoraram reconhecer muitos dos objectos e personagens que viram nos filmes.

From this point, the exhibit that is already under little light enters its darker side to present the main villains with props like the gray hoods that used Voldemort or the clothes of Bellatrix Lestrange. The last part is the Ball of the Goblet movie, we enter the Great Hall which is filled with prom dresses like Hermione’s and Cho Chang’s dresses or Ron Weasley’s strange costume. We also find the very hidden Dobby and Professor Dumbledore’s clothes. Finish in the shop where you can make a poster picture of the most wanted Magician. We bought the family ticket 2 adults + 2 children 50 € and it does not come with audio guides that are bought separately. To have a ticket for the baby (who does not pay) we have to go to the ticket offices at the same time that they were luckily empty. The exhibition is worth for a first contact with the production of the film, I expected more is for sure but the little ones loved to recognize many of the objects and characters they saw in the movies.

Roupas do Professor Snapes e de Horácio Slughorn

Capa de Quiddich de Draco Malfoy

O tal “campo” de Quiddish

O que me faltou na exposição:

  • Podem entrar cadeiras de rodas, mas não de bébés para mim isto está relacionado com o número de pessoas que deixam entrar e não deveriam. Não é fácil ver uma exposição com calma e detalhe com muita gente e uma criança ao colo (ou no marsupio para os que leram toda a info do site ou foram avisados)
  • Os seguranças de sala, não servem para nada, pode estar uma fulana horas a tirar selfies a um adereço bloqueando a passagem que ninguém lhe diz nada. Então o que fazem ali?
  • Faltava espaço, são 1400 metros mas Achei tudo muito apertado e muita vezes numa só caixa de acrílico estavam dez adereços interessantes que se somas ao número de pessoas não conseguimos ver muito.
  • Mais interactividade, achei que estava num simples museu e com três ou quatro pontos interactivos (o campo de Quiddich que não o era, as mandrágoras e pouco mais). Seria interesante que eles pudessem fazer magia, replicar uma aula em que os miúdos fossem alunos, meter-nos num túnel e ser perseguidos pelos dementors.
  • Recrear mais Hogwarts, o salão principal está representado como o do baile, teria sido interessante fazer algo parecido ao que tinham no formato em que comiam etc.. Faltou-me cenários com mais luz como por exemplo o claustro da escola ou o próprio campo de Quiddich.
  • Os preços das fotos vs. qualidade, não justificam. 15€ por uma foto com fundos pouco realistas e  E isto sem falar nos preços da loja, 40€ por uma réplica de uma varinha e 75€ por uma capa (preço da de adulto porque não encontrei de crianças), cachecois de Gryffindor, zero em stock.

Website: https://www.harrypotterexhibition.es/

+ Madrid with Kids

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s