Sala de Despiece – Madrid, Espanha

É um de esses restaurantes únicos no meio de tantos outros que estão a aparecer por Madrid como cogumelos, fotocopias de um conceito que traz pouca originalidade nas cartas e até na decoração. Aquí encontramos algo autêntico pelo menos dentro do panorama culinário da cidade isto até replicarem o modelo, até lá para aproveitar a Sala de Despiece é necessário ir cedo ou arriscar ficar á porta porque não aceitam reservas.

It is one of those unique restaurants in the middle of so many others who are appearing in Madrid like mushrooms, photocopies of a concept that brings little originality in the menus and even decoration. Here we find something authentic at least within the city’s culinary panorama this until someone replicates the model, until then to enjoy the Despiece room you need to go early or risk of staying at the door because they do not accept reservations.

Por ser um espaço pequeno e estar sempre cheio podes pensar que a experiencia não vai ser boa mas a comida vale a pena que é o que mais gosto aqui, a decoração é o de menos, sofás confortáveis são para esquecer…aquí lutas por um lugar ao balcão num restaurante com pinta de talho ou peixaria que ao mesmo tempo te permite ver a preparação dos pratos. Assim que chegamos uma empregada toma nota na sua Tablet do nome da “mesa” que na realidade não existe mas que serve de referencia quando te vão a servir a comida/bebida. De repente oiço o meu nome em gritos e as bebidas estavam prontas, umas batatitas de cortesía e uns dedos de conversa até que nos conseguimos sentar. São eles que organizam como se sentam as pessoas por isso não vale a pena stressar. A carta está composta por tapas em pequeñas porções elaboradas com ingredientes de mercado e temporada, além disso a origem de quase todos é espanhola.

Being a small space and always full you can think that the experience will not be good but the food is worth it that is what I like most here, the decor is the least of our concerns, comfortable sofas are to forget … here you fight for a place the counter in a restaurant that looks like a butcher or fishmonger at the same time allows you to see the preparation of the dishes. As son as we arrive a maid notes on her Tablet with the name of our “table” that does not actually exist but which serves as a reference when you are going to serve the food / drink. Suddenly I hear my name in screams and the drinks were ready, little chips of courtesy and a  good conversation  until we get seated. They are the ones organizing the sitting so there is no need to stress. The menu is composed of tapas in small portions prepared with market and season ingredients also the source of almost all is Spanish.

O primeiro prato foi o Chuletón cenital que são fatias fininhas de carne (como um carpaccio) com tomate e pasta de trufa, tens que elaborar tu o prato enronlado a fatia com o resto de ingredientes.
O Rolex que é um ovo cozido a baixa temperatura com foie, enrolado numa fatia de bacon muito fininha e com um toque fumado é uma experiencia fantástica logo na primeira dentada, uma pena que seja tão pequeno. Seguiu-se o tomate com manjericão estaladiço que trouxe um toque de frescura á refeição. O empregado recomendou as navalhas e apesar de não ter sido o meu favorito é um bom prato com uma original combinação com o ananás. O último prato antes de uma aventura mais doce foi o Lomo de Buey com trufa Coreana que vem com uma massa de gordura por cima derretida com uma tocha revelando depois as tiras de carne misturadas com o kimchi. Colocamos numa folha de alface e foi um dos melhores da noite.
A sobremesa é na realidade a mistura de duas, com um gelado, doce de leite e frutos do bosque, não foi o melhor da noite e serviu para entender que não é a sua especialidade. No final pagámos 30€ por pessoa, muitos dizem que é exagerado para a quantidade de comida mas nós ficámos bem (fomos três ao jantar), achei que valeu a pena pela qualidade dos ingredientes e pela originalidade dos pratos, é uma excelente experiência gastronómica que vale a pena viver.

The first dish was the Chuletón cenital which are thin slices of meat (like a carpaccio) with tomato and truffle paste, you have to prepare the dish wrapping it with the rest of ingredients.
The Rolex is a boiled egg at low temperature with foie, wrapped in a very thin slice of bacon and a smoky touch is a fantastic experience at the first bite, a pity it is so small. This was followed by the tomatoes with crispy basil which brought a touch of freshness to the meal. The waiter recommended the “navajas” (razor clam) and although it was not my favorite it is a good dish with a unique combination with pineapple. The last dish before a sweeter adventure was the Lomo de Buey with Korean truffle that comes with a mass of fat melted with a torch after revealing the strips of meat mixed with kimchi. You put it in a lettuce leaf and was one of the best of the night.
The dessert is actually a mixture of two, with a cold, sweet milk and fruits of the forest, it was not the best of the night and served to understand that it is not their specialty. In the end we paid 30 € per person, many say it is exaggerated to the amount of food but for us it was  good (went three for dinner), I thought it was worth it for the quality of ingredients and the originality of the dishes, is an excellent dining experience worth living.

26172454944_d62714f96a_b

 Website: Facebook Sala de Despiece

Morada: Calle de Ponzano 11

Metro: Alonso Cano

Reservas: Não. O melhor é ir cedo porque o espaço é pequeno e a partir de um determinado número já não aceitam mais clientes.

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s