British Museum – Londres, Inglaterra

A expectativa para conhecer o British Museum era grande apesar do tempo disponível para o ver era limitado, aproveitámos para fazer a visita express com a ajuda do guia do próprio museu e em duas horas vimos o essencial. A sua idade mete respeito são mais de duzentos e sessenta anos a mostrar ao público alguns dos maiores tesouros arqueológicos do mundo. E é grátis. Sim…é grátis.

There was a great expectation to discover the British Museum despite the time available to see it was actually limited, we took the opportunity to do the express visit with the hekp of the museum’s own guide and in two hours we saw the essential. Its age demands your respect it is more than two hundred and sixty years showing the public some of the greatest archaeological treasures of the world. And it’s free. Yes it’s free.

Tudo aqui é grandioso a começar pelo Great Court dedicado á Rainha Isabel II que foi remodelado e ao centro está a Reading Room. São tantas salas que perdes a conta, é importante ter o mapa que te guia pelas colecções de peças da Ásia, Grécia, Roma antiga, Egipto, Médio Oriente, África, etc.. A primeira sala que visitámos foi a das múmias e dali viajámos a vários países e épocas, do Chipre ao Japão, dos tesouros ás armaduras. Para a visita curta recomendam ver a Rosetta Stone que permite decifrar os hieróglifos egipcios, um pedaço de Atenas com as esculturas do Parthenon, os objectos do túmulo de Sutton Hoo e o jogo de xadrez de Lewis. Sempre houve polémica á volta do museu e do facto de muitos dos artefactos terem sido descobertos em outros países e nunca voltaram á sua origem, no meu caso fiquei espantada com o facto de terem um monumento (quase) inteiro exposto: o templo das Nereidas descoberto na Turquia na antiga cidade de Lycia. Maior parte das fotos de este post fazem parte de essa visita recomendada para duas-três horas e são o que mais destacam no museu.

Everything here is grand starting with the Great Court dedicated to Queen Elizabeth II which has been refurbished and in the center is the Reading Room. There are so many rooms that you lose track, it is important to have the map that guides you through the collections with pieces from Asia, Greece, ancient Rome, Egypt, Middle East, Africa, etc .. The first room we visited was the  one with the mummies and from there we traveled the various countries and eras, from Cyprus to Japan, from treasures to armors. For the short visit they recommend to see the Rosetta Stone that allows decipher Egyptian hieroglyphics, a piece of Athens with the sculptures of the Parthenon, the  objects of the Tomb of Sutton Hoo and the Lewis chess set. There has always been controversy around this museum and the fact that many of the artifacts have been discovered in other countries and never returned to its origin, in my case I was amazed with the fact that they have a (almost) complete monument: the temple of Nereid discovered in Turkey in the ancient city of Lycia. Most of the photos of this post belong to this recommended visit for two-three hours and are what most stand out in the museum.

Túmulo Sutton Hoo

Lewis Chessmen

Royal Gold Cup

Armadura Samurai

Figuras da Tumba de Tang

Ilha da Páscoa – Hoa Hakananai’a

Estátua de Amenhotep III

Templo das Nereidas

Cavalo do Mausoleum at Halicarnassus

Website: http://www.britishmuseum.org/

Morada:  Great Russell St, London WC1B 3DG

Metro: Holborn

Londres See & Do

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s