Catedral de Santa Maria – Girona, Espanha

A nossa visita a Girona não estaria completa sem entrar na sua catedral.
Por fora é fantástica, com a sua fachada de arte barroca, muito trabalhada com várias esculturas. A enorme escadaria proporciona uma vista fabulosa para a praça da Catedral e um pouco sobre a cidade.
Our trip to Girona would not be complete without visiting the cathedral.
On the outside the cathedral is amazing, because of it’s baroque façade, with great detail and several sculptures. The grand staircase provides a fabulous view to the Cathedral square and a little over the city. 

Decidimos entrar e fazer a visita (que é paga mas o audio-guia vem incluído), tirar fotos no seu interior não é permitido e por isso não tenho nenhuma, tirei apenas ao claustro porque acredito que não trará riscos á conservação da mesma.
We decided to visit the interior, that you have to pay although the audio guide is included in the price. Taking pictures is not allowerd and therefore I don’t have any, only from exterior. I do have on from the cloister.

Do lado esquerdo na entrada está um pequeno museu que visitámos no final. Depois entramos na catedral que tem a nave de estilo gótico mais larga do mundo (23 metros), a seguir á da Basilica de São Pedro em Roma, pelo menos foi o que nos disse o guia. Não conheço a de Roma, mas esta pareceu-me muito escuro e pouco ornamentada, pode ser grande mas nem por isso é mais espectacular que outras mais pequenas. Quase ao centro da nave está o orgão que em muitas catedrais vemos num piso superior mas que aqui está ao nível do solo.
Vimos as várias capelas na nave central e também o seu altar que ao centro tinha uma estrutura em prata muito bem trabalhada.
Pelo guia apercebemo-nos que a Catedral começou a ser construída no século XI, mas ao longo do tempo foi sendo ampliada e restruturada, por exemplo a sua fachada só ficou concluída no século XX.

When you start the visit, on your left side there is a small museum that we decided to visit in the end. Then you turn righ and there the the gothic nave, the world’s widest (23 meters) bigger than the Basilica of St. Peter in Rome, at least that’s what the guide told us. I don’t know the one in Rome, but this seemed too dark and poorly decorated, so size is not a factor.
Close to the center there is an organ that in many cathedrals we see in a higher floor but here it is at the ground level.
We saw the various chapels in the nave and the altar had a silver structure very well crafted. 
By the guide we realize that the Cathedral started being built in the XI century, but over the years has been expanded and restructured, such as its façade that was completed only in the twentieth century.

Da nave passamos para o claustro, pequeno mas com o seu charme, subimos umas escadas e chegamos a uma sala museu onde estão expostos alguns dos trajes utilizados pelos padres, bispos,etc.. em celebrações religiosas, são autênticas preciosidades bem conservadas que mostram o detalhe e a riqueza de cada peça usada por eles. São obras de arte que ao mesmo tempo nos levam a pensar no dinheiro que a igreja gasta para este tipo de opulência.
Passamos depois para a parte do museu com várias peças expostas ligadas á decoração da catedral assim como algumas biblias, mas a sua peça principal é uma impressionante tapeçaria sobre a criação do mundo do século XI. É realmente de ficar de boca aberta e uns bons minutos a contemplá-lo. Primeiro, é espantoso o seu nível de conservação considerando o tempo que tem, depois toda a história e a maneira como está feito, valeu o bilhete inteiro.

From the nave we went into the cloister, it was small but charming, and we climbed the stairs to a room/museum where some of the costumes worn by the priests, bishops, were displayed. There are real gems, well preserved that show the detail and richness of every item used by them. They are works of art that at the same time make you think about the money the church spends for this kind of opulence.
We then go to the part of the museum with several elements from the cathedral as well as some bibles, but its centerpiece is the stunning tapestry of the Creation of the eleventh century. It’s really great and worth some time to contemplate it. First, it is amazing the level of conservation considering the time it has, then it’s storyline and how it’s done, it was worth the whole ticket.

+ Guia & Mapa de Girona

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s