RUE DES REMPARTS – BORDÉUS, FRANÇA

Tínhamos saído da Praça Pey-Berland e entrámos nesta Rue des Remparts completamente por acaso. O deixar-te levar sem mapa tem destas coisas, entramos numa rua de comércio do que não encontras na Sainte-Catherine, aqui não há grandes marcas de franchising com as suas grandes vitrines, aqui encontramos espaços pequenos, originais e acolhedores.

We had left the Pey-Berland Square and we have entered this Rue des Remparts completely by chance. Strolling away with no map has these things, we enter a shopping street that you will not find in Sainte-Catherine, here there are no major franchise brands with its large windows, here we find small, unique and cozy spaces.

 
Estava tão entusiasmada com a rua que tirei muitas fotos mais que na Sainte-Catherine, as montras pareciam estar num concurso para ver quem ganhava a melhor, sem serem espectaculares convidavam a entrar.  A “sorte” é que tínhamos alguma pressa para ver mais coisas em Bordéus e não perdemos a cabeça a fazer compras.
A oferta é variada, desde as lojas de roupa e bijuteria, passando por pequenas galerias de arte, cafés, restaurantes, um salão de chá e uma floristas. Todas com aquele charme do comércio antiga sem perder o contacto com o mundo moderno. Também os cafés com as suas pequenas esplanadas convidam a sentar e aproveitar o ambiente da rua, pena que tínhamos tão pouco tempo na cidade, teríamos tentado experimentar os vários que ali existem.
Uma das lojas mais apelativas era a M Le Macaron, aliás fotografar a sua fachada e montra sem gente foi tarefa muito complicada, todos que ali passavam tinham que parar e ficavam uns bons minutos a apreciar a árvore de macarons.
Was so enthusiastic about the street I took many more photos than in Sainte-Catherine, the windows seemed to be in a contest to see who won the best, without being spectacular they invited to enter. Our “luck” is that we had any hurry to see more things in Bordeaux and do not lose my head shopping.The offer is varied, from clothing stores and jewelry, through small art galleries, cafes, restaurants, a tea room and a florist. All with that charm of the old trade without losing touch with the modern world. Also cafes with its small terraces invite you to sit and enjoy the street environment, shame that we had so little time in the city, we would have tried to experience the many that exist there.One of the most appealing shops was the M Le Macaron, indeed to shoot its facade and window without people was very complicated task, all that went there had to stop and were a good few minutes to enjoy the macarons tree.
 
 

 

 

 
 
 
 

 

 

 

 
Our guide of:
http://hojeconhecemos.blogspot.com.es/2001/08/guia-de-bordeus.html

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s