GRAND CANAL – VENEZA, ITÁLIA

Hoje conhecemos Veneza numa viagem de Vaporetto pelo Grand Canal.
A estação de comboios fica de frente para o Grand Canal e bem perto estão as paragens de vaporettos uma forma de transporte mais em conta, se bem que ainda há mais baratos, por apenas 0,5€ podemos viajar num traghetto mas só vai de uma margem a outra, não atravessa o canal. Os vaporettos custam 6,5€ o bilhete, não parece barato, mas levam-nos da estação até á Piazza di San Marco num passeio que eu considero bastante turístico, principalmente se vens na zona sem cobertura onde podes disfrutar de toda a paisagem. 
Today we have discovered Venice in a vaporetto trip through the Grand Canal.
The train station is just across the Grand Canal and close are the vaporetti stops a form of transportation not so expensive, although there are still cheaper by only 0.5 a traghetto that goes into one border to the other it does not cross the canal.
The vaporetti ticket costs 6,5€ , it might not seem cheap, but it took us from the station until to Piazza di San Marco a ride that I consider quite tourist, specially if you are in a open área where you can enjoy the scenery.

 

Um dos edificios mais emblemáticos que podemos ver durante o percurso é o Casino de Veneza. É um fantástico edificio renascentista e podemos apenas imaginar o seu luxo interior (não o visitámos por dentro).
O edificio seguinte é igualmente emblemático, o Ca D’Oro. Hoje é utilizado como museu, foi construído no século XV como lar de um mercador veneziano. São fantásticos os pormenores das janelas e das varandas, o seu revestimento em mármore e infelizmente já não se vê os detalhes dourados que baptizaram o Palácio.
 
One of the most emblematic buildings that we see along the way is the Venice Casino. It’s a fantastic renaissance building and we can only imagine it’s luxury interior (we didn’t went inside).
The following is also emblematic building, the Ca D’Oro. Today it is used as a museum, it was built in the fifteenth century as home to a Venetian merchant. The details are fantastic, windows and balconies, its marble flooring and unfortunately we no longer see the gold details that christened it the Golden Palace.

 

Chegamos então á famosa Ponte di Rialto, construída no século XVI. Curiosamente o homem que a desenhou chamava-se Antonio da Ponte. No seu interior estão pequenas lojas ao bom espírito mercantil de Veneza.
 
We arrive at the famous Rialto Bridge, built in the sixteenth century. Interestingly the man who drew his name was Antonio da Ponte (Bridge). Inside are small shops to the good spirit merchant of Venice.
Um dos edificios que mais me impressionou foi este Palazzo Barbarigo, com o seu traçado renascentista e a sua fachada trabalhada. No seu interior tem uma loja/showroom de vidro de Murano.
 
One of the buildings that impressed me most was this Palazzo Barbarigo, with it’s layoutck and its Renaissance crafted façade. Inside it has a shop / showroom of Murano glass.
Vemos depois o Ca’Rezzonico, que funciona agora como museu e que alberga uma exposição da cidade no século XVIII.
 
We then Ca’Rezzonico, which now functions as a museum and that houses  an exhibition  about the city in the eighteenth century.

 

 

 

Outra das pontes através da qual podemos atravessar o Gran Canal é a Ponte Dell’Accademia. Construída já no século XX, tem uma estrutura em madeira e metal.
Do Vaporetto vemos ainda a casa de Peggy Guggenheim de um só piso e que hoje alberga a sua colecção numa exposição aberta ao público. Lá dentro podem ver-se quadros de Cubismo, Abstracto e Surrealismo e grandes pintores destas correntes, entre eles Picasso, Miró, Mondrian e Pollock. 
O passo do vaporetto é lento e ainda bem, porque permite-nos disfrutar melhor do Gran Canal e por um preço mais económico que o da gôndola. 
 
Another of the bridges that we can cross the Gran Canal Bridge is Dell’Accademia. Built in the twentieth century, it has a structure in wood and metal.
From the Vaporetto we also see the home of Peggy Guggenheim of one floor that now houses her collection in an exhibition open to the public. Inside it can be seen pictures of Cubism, Surrealism and Abstract of great painters, including Picasso, Miró, Mondrian and Pollock.
The vaporetto’s pace is slow and that is good, because it allows us to enjoy the best of Gran Canal and at a price cheaper than the góndola.
Por todo o canal cruzamo-nos com inúmeras gôndolas e também os traghettos que servem como pontes entre as duas margens, o seu preço é bastante barato mas não está garantido um lugar sentado.
 
Across the cannel we see innumerable gondolas and also traghettos that serve as bridges between the two shores, its price is quite cheap but are not guaranteed a seat.
A chegar á Punta della Dogana (Dorsoduro), vemos a Basilica di Santa Maria della Salute. 
 
Arriving at the Punta della Dogana (Dorsodura), we see the Basilica di Santa Maria della Salute.

 

Começamos a avistar a Piazza di San Marco, do nosso lado direito passamos pela Dogana di Mare, ou a alfândega. No topo do edificio está um globo dourado com a Fortuna e que funciona como uma rosa dos ventos.
 
We started spotting the Piazza di San Marco, in our right we pass the Dogana di Mare, or the customs. Atop the building is a golden globe with Fortuna and acts as a compass rose.

 

Ainda acompanhámos uma original sessão fotográfica (pelo menos para nós era original presumo que por Veneza seja bastante frequente) com os noivos e o que presumo sejam padrinhos a serem fotografados (e filmados) a percorrer o Gran Canal. Fiquei cheia de vontade de ter trazido o meu vestido de noiva… 
 
We followed the original photo sesión (at least for us it was I asume that in Venice it is quite common) with the grooms and who I asume are the groomsman are being photographed (and filmes) as they go along the Gran Canal. I was filled with the desire of bringing my own wedding dress…

 

Chegamos finalmente á última paragem: Piazza di San Marco.
 
Last stop: Piazza di San Marco.

 

Mas não tivemos muita sorte, como já tínhamos lido algures as marés altas são de Outubro a Março e a Praça de São Marco é das zonas mais afectadas. Ainda assim estão sempre preparados uns estrados para que todos atravessem a praça, mas quem já conhece Veneza sabe com certeza que tem milhares de visitantes que se concentram nestes locais, era impossível andar pelo estrado. Adiámos assim a visita á Basilica e até ao Palazzo Ducal, decidimos neste primeiro dia respeitar um dos grandes mandamentos para visitar a ilha: perdermo-nos.  

 

But we have not had much luck, as I had read somewhere high tides are from October to March and the Piazza San Marco is the most affected areas. Still some pallets are always prepared for everyone crossing the square, but who knows now know with certainty that Venice has thousands of visitors who are concentrated in these places, it was impossible to walk by the dais. So we postponed the visit to the Basilica and will Palazzo Ducale, this first day we decided to meet one of the great commandments to visit the island: get lost.
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s