Marisqueira Ramiro – Lisboa, Portugal

O Ramiro não reserva mesas. O quê? Senti um nó na garganta, tinha prometido aos meus colegas espanhois que iríamos a este lugar, um clássico de Lisboa de esses dias de petisco que tanto me fazia lembrar o Verão e aquelas vindas da Praia que só pediam para passar por aqui. Queria tanto que eles tivessem a mesma experiencia e depois de muito insistir, de dizer que jantaríamos depois da 22h30, conseguimos que nos fossem guardando mesas mesmo com uma fila fora que achei inacreditável. Pergunto-me se só pelo o Anthony Bourdain conseguiu mais fama da que já tinha, eu continuo a achar que é pela a sua inabalável qualidade e tradição.
“Ramiro does not book tables.” What? I felt a lump in the throat, I had promised my fellow Spaniards we would go to this place, a classic of Lisbon of those days of “petisco” (snack) that reminded me of summer and those days coming from the beach that asked to come here. I so wish they had the same experience and after much stress, to saying that we would have diner after 22:30, we got them saving us same tables with a queue outside which I found unbelievable. I wonder if only by Anthony Bourdain they achieved more fame they already had, I still find that it is because of their unwavering quality and tradition.

Tal foi o stress para conseguir mesas que nem fotografei o interior (e o exterior) do Ramiro, consegui apenas tirar algumas fotos da comida antes que vinte pares de mãos a atacassem. Tentei pedir os básicos, sem grandes excessos para não subir demasiado o preço por pessoa, começámos com as Ameijoas á Bulhão Pato, depois veio o Camarão al Ajillo, a seguir a Sapateira com o seu recheio e os camarões (tamanho médio) com molho de manteiga. Rematámos com o clássico prego no pão mas ainda assim quiseram sobremesa, eu já não podia mais.
O Ramiro continua igual,o marisco é de alta qualidade com cuidado na preparação com o atendimento incrível do Sr. Luís (que também aparece a servir o Anthony Bourdain, o Avillez e o Sá Pessoa). No final pagámos uns vinte cinco euros por pessoa, preço que deixou os espanhois ainda mais impressionados.
Such was the stress to get tables that I not photographed the inside (and outside) of Ramiro, I could just take some food photos before twenty pairs of hands started to attack it. I tried to order the basic, no large excesses in order to keep the price per person at a reasonable level, we started with the Clams, then came the shrimp al ajillo, then the crab with your stuffing and shrimp (medium size) with butter sauce. We finished it off with classic “prego” (beef) in bread but still they wanted dessert, I could no longer.
The Ramiro remains the same, seafood is high quality with careful preparation with the incredible service of Mr. Luis (who also appears serving the Anthony Bourdain, the Avillez and Sá Pessoa). In the end we paid twenty five euros per person price that left even more impressed Spaniards.

Website: http://www.cervejariaramiro.pt/
Morada: Av. Almirante Reis nº1
Metro: Intendente

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s