Lérida #1 – Espanha

Lérida não foi um amor á primeira vista. Fomos no segundo dia do ano, as ruas estavam vazias e quando nos perdíamos encontrávamos um lado B menos interessante e foi a Seu Vella que salvou o passeio. O principio prometia, começámos por almoçar numa taberna escondida que tinha uns caracóis maravilhosos e voltámos a pegar no carro para explorar o centro histórico.

Lleida was not a love at first sight. We were on the second day of the year, the streets were empty and when we got lost we found the less interesting B side of the city  and it was the Seu Vella who saved the tour. The start was quite positive, we began to have lunch in a hidden tavern that  had a wonderful snails dish and we again take the car to explore the historic center.

Comemos no La Roca  uma simples taberna com dois empregados, um que está a dominar as brasas e outro que serve ás mesas. E eu queria tanto comer os caracols feitos na brasa com sal e pimenta além disso faziam parte do menu e foi ouro sobre azul. O segundo prato foi entrecot e tudo isto por 34€ (2 adultos + 2 crianças).

We ate at La Roca a simple tavern with two employees, one is dominating the barbacue grill and another serving the tables. And I wanted so much to eatcaracols” (snails) grilled with salt and pepper plus they were part of the menu and it was icing on the cake. The second dish was entrecote and all this for 34 (2 adults + 2 children).

Estacionámos o carro perto do centro e começámos a explorar caminhando pela Calle Major, uma rua peatonal onde elegantes edificios dão casa a lojas como Zara, Mango entre outras. Passámos depois pela Catedral Nova mas estava fechada e não pudemos entrar. Em busca da Seu Vella entramos na Calle Cavallers que achámos mais interessante que a Calle Major, estávamos no bairro do Mercado onde o antigo e o novo vivem no mais perfeito equilibrio. Onde o decadente leva uma lavagem de cara e torna-se um espaço público para pontos de encontro. Chegamos ao Mercat del Pla construído em 1920 e recuperado para se transformar em Outlet para além de ser o lugar onde as pop-store encontram o seu espaço.

We parked the car near the center and we began to explore walking down Calle Major, a pedestrian street where elegant buildings give home to stores such as Zara, Mango and others. We passed by the New Cathedral but was closed and we could not enter. In search of the Seu Vella we entered the Calle Cavallers that we felt was more interesting than the Calle Major, it’s in the Market neighborhood where the old and the new live in the most perfect balance. Where the decaying takes a face wash and becomes a public space for social meeting points.
We arrived at the Mercat del Pla built in 1920 and recovered to become Outlet in addition to being the place where pop-store find their space.

Mercat del Pla

Entrada Seu Vella

 + Posts Lérida

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s