Oropesa – Espanha

Hoje conhecemos…Oropesa, na província de Toledo e que pertence á comunidade de Castilla-La Mancha. Sempre me tinha dado curiosidade de conhecer esta terra pelo simples facto de que cada vez que faço a viagem Madrid-Lisboa, vejo um “pueblo” com um ar engraçado no alto de um monte do lado esquerdo da estrada. As placas diziam Oropesa, Largatera e outras terras e até descobrir que esta era Oropesa demorei…Então este Sábado de manhã fui de carro até lá. A primeira coisa que vemos antes mesmo de entrar é o Castelo e fui justamente próximo deste monumento que estacionei o “coche”.

Junto ao Castelo está a antiga casa dos Condes de Oropesa, agora transformado em Parador de Oropesa (Pousada) e com privilégios para uma vista magnifica da Serra de Gredos.  Quando passamos a sua grande porta, cruzamos um túnel e chegamos a uma praça que divide a zona do Parador com a do Castelo. Ali vemos a torre de Menagem do Castelo, ainda bem preservada. Estupidamente, não levei dinheiro o que me impossibilitou de visitar o Castelo por dentro, ainda para mais do lado de fora ouvíamos o que parecia ser uma banda que tocava músicas do tempo medieval, um cartaz fazia anunciar a Feira Medieval, fica para a próxima.

Pelas ruas encontramos placas que nos indicam a “ruta monumental” a seguir, esta igreja era o nº4, a Igreja Paroquial de Nossa Senhora da Assunção. Num pequeno pátio contíguo á igreja está uma estátua de San Alonso de Orozco, a placa diz Oropesa 1500, Madrid 1591. O que significa que nasceu aqui e morreu com 91 anos em Madrid, digamos que viveu uma vida longa e preenchida. Era padre e também escritor, o seu fervor religioso contagiou muita gente na altura tornando-o muito conhecido. Foi beatificado no século XIX.

Já perdida pelas ruas de Oropesa, encontrei alguns edificios interessantes, um deles foi este cabeleireiro para homens com uma sugestiva decoração medieval. Reencontro o caminho correcto quando chego á Plaza del Navarro, um dos principais pontos de encontro dos locais e onde está também o Ayuntamiento. Aqui encontramos algum comércio mas essencialmente bares e restaurantes, com pequenas esplanadas e vi muitos a picarem enquanto bebiam a sua “caña”.

Fiz depois o trajecto de volta ao carro que estava perto do Castelo, pelo caminho fiz uma rua que mantém ainda um pouco do charme medieval que confere a Oropesa um bom nível de interesse.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s